top of page

Preparador físico do Flamengo pode pegar de três meses a um ano de prisão; entenda o caso

O preparador físico do Flamengo acusado de ter agredido o atacante Pedro no vestiário do Independência no último sábado (29), após a vitória do time carioca em cima do Atlético, pode pegar de três meses a um ano de prisão.

É o que consta na investigação feita pela Polícia Civil de Minas, divulgada nesta terça-feira (1º). O laudo confirmou que Pedro levou um soco de Pablo Fernández, considerada lesão corporal leve - um crime de menor potencial ofensivo.


O atacante registrou criminalmente o caso, que chegou à Polícia Civil na madrugada de domingo (30). O Instituto Médico-Legal (IML) constatou pequenas lesões no rosto dele.

O laudo da investigação foi enviado ao Ministério Público nesta terça e será remetido ao Juizado Criminal Especial, em audiência agendada para 29 de agosto, às 13h.


De acordo com o delegado, Marcos Pimenta, coordenador estadual do Plantão Digital da Polícia Civil, todas as testemunhas foram unânimes em dizer que o atacante foi agredido com um soco pelo preparador físico.

"Os autos foram condensados em um termo circunstanciado de ocorrência. A previsão da pena é de 3 meses a um ano, razão pela qual não há e não havia possibilidade de uma prisão em flagrante", detalhou o delegado Marcos Pimenta.

Ele explicou, ainda, que casos como este não preveem prisão em flagrante ou indiciamento: as partes assinam um documento se comprometendo a comparecer ao Juizado Especial Criminal para conciliação e outras medidas legais cabíveis.




Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page