top of page

Pezzolano quer 'coração em campo' para 'final' entre Cruzeiro e Vasco na quarta-feira


Uma vitória. É o que o Cruzeiro precisa para que a torcida celeste, enfim, comemore o retorno do time para a Primeira Divisão do Brasileiro. No próximo jogo, contra o Vasco, a Raposa pode garantir, oficialmente, o acesso. Mesmo assim, o técnico Paulo Pezzolano não considera a partida desta quarta-feira a mais importante de sua carreira. O uruguaio explica: “Não, na verdade o dia mais importante da carreira é cada jogo. Porque se nós, a cada jogo, cada treino, não fizéssemos tudo que vínhamos fazendo, esse dia não tinha chegado. Sim, é um dia importante quando chegarmos ao acesso matemático com certeza, porque você fecha o objetivo mais importante que tinha no ano. Então, sem dúvida, vai dar alegria e isso porque chegou ao objetivo mais importante, mas não é o dia mais importante”, analisou Pezzolano. O Cruzeiro recebe o Vasco nesta quarta (21), às 21h, no Mineirão, e tem motivos de sobra para acreditar na vitória. Pelo menos, é o que mostram os números da Raposa. O time celeste está invicto há 13 rodadas na Série B. No Mineirão, a equipe azul ainda não perdeu na competição. Em 15 jogos em casa, são 13 vitórias e dois empates. No entanto, a tarefa da equipe celeste não será das mais fáceis. Mesmo com o incentivo de cerca de 60 mil torcedores que vão lotar o Mineirão nesta quarta, o confronto é um clássico nacional, e tudo pode acontecer. O Vasco é um dos quatro adversários que o Cruzeiro ainda não venceu nesta Série B. Os outros três times (Ituano, Guarani e CSA) ainda estão no caminho da Raposa. Pezzolano pensa a cada jogo e, dessa vez, não será diferente. “Vai ser um jogo a mais, um dia a mais, mas quando falamos de dois times grandes e importantes da história, é um clássico, obviamente que é um jogo diferente. Vamos de novo jogar uma final, como foi hoje, jogar um clássico, que é diferente, em casa com nossa torcida”, ressaltou o treinador. No entanto, o uruguaio sabe da importância de vencer o Vasco em casa. Os três pontos confirmam o acesso matematicamente, e mesmo com o discurso de mais um jogo, Pezzolano declarou que o time “tem que ganhar”, além de pedir “o coração em campo”. “Temos que ganhar. Com bola, sem bola. Colocar a camisa no campo, o coração no campo. É um jogo que tem que ganhar. Vamos com tudo e vamos estar preparados para essa final”, revelou o técnico. Se vencer o Vasco, o Cruzeiro garante a vaga no Brasileirão do ano que vem. Em caso de empate ou derrota, o time celeste poderá subir na sexta-feira se o Londrina não vencer a Ponte Preta.




Komentarze


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page