top of page

Pezzolano assume 100% da culpa após derrota do Cruzeiro: ‘Foi o pior jogo desde que cheguei’


O Cruzeiro perdeu a segunda partida na temporada, agora para o Pouso Alegre, em casa, e saiu vaiado de campo. Após o jogo, o técnico Paulo Pezzolano assumiu culpa total sobre o desempenho do time, que ele apontou como o pior desde que chegou ao clube. “Foi o pior jogo desde que cheguei aqui no Cruzeiro. Quisemos colocar alguns jogadores que ainda faltam entender mais o estilo de jogo. Eu errei. Buscando o melhor, você comete um erro e faz algo pior, acontece. A culpa do jogo é 100% minha. Hoje errei e jogamos mal. Cruzeiro não se pode permitir perder um jogo para o Pouso Alegre”, afirmou o treinador. Esses erros que comentou, Pezzolano tentou corrigir ainda no primeiro tempo, quando fez logo três substituições aos 30 minutos. Um dos jogadores que saiu foi o recém-chegado Wallisson, que a torcida estava gostando de ver atuando, mas o treinador explicou que ele não estava de acordo com o esquema. “Ele ainda tem que entender melhor taticamente. É um menino que tem vontade, coragem, fisicamente é uma besta, mas ainda precisa entender o que queremos, ai ele vai jogar mais tempo. Ele não sabia se posicionar bem, ao meu entender, do que precisávamos. Então a equipe não estava bem arrumada”, disse Pezzolano, que assumiu ter errado ao escalar o volante, mas sem culpar o jogador. O comandante ainda afirmou que o jogo comprovou que o time “não está bem trabalhado” e precisa “trabalhar em tudo” para melhorar. Sobre as vaias e os gritos de "pipoqueiros", ele defendeu a torcida de faze-las, já que precisam ser sim exigentes. “Temos que entender que estamos em um clube gigante, e nos exigem muito. Sabemos que a torcida não tem memória, e tem que ser assim. É um clube gigante e precisa ganhar todos os jogos, isso é o Cruzeiro. O torcedor não tolera perder para o Pouso Alegre. É uma torcida exigente. Se você é ganhador e gosta de crescer, tem que gostar dessa exigência”, ressaltou o treinador. O Cruzeiro volta a campo agora na próxima segunda-feira (13), novamente no Independência, no clássico contra o Atlético. Sobre como o time chegará para esse duelo, Pezzolano diz "não ter ideia", mas espera corrigir o máximo de detalhes para conquistar a vitória. O certo é que a equipe está bastante pressionada para jogar bem e conseguir um resultado positivo.




Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page