top of page

Paulinho, do Atlético, sofre intolerância religiosa após jogo pela Seleção

Convocado pelo técnico Fernando Diniz para as partidas contra Colômbia e Argentina, o atacante Paulinho, artilheiro do Atlético na temporada e também do Campeonato Brasileiro, voltou a ser alvo de intolerância religiosa após a derrota da Seleção Brasileira em Barranquilla.


Acionado no segundo tempo da partida contra os colombianos, quando a equipe de Diniz vencia donos da casa por 1 a 0, o camisa 10 do Galo estava em campo quando Luiz Díaz fez os dois gols da virada.


Seguidor do Candomblé e conhecedor da Umbanda, religiões de matrizes africanas, Paulinho foi alvo de piadas, desrespeito e preconceito no X, antigo Twitter. Ele, inclusive, agradeceu a Exù (um dos maiores orixás do Candomblé) quando recebeu a notícia da convocação.




Komentar


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page