Para subir, Cruzeiro precisa de aproveitamento superior ao que o Flamengo teve na Série A de 2019

O Cruzeiro precisa de um aproveitamento de 83% nas 14 rodadas finais da Série B para conseguir o acesso, considerando que o quarto colocado suba com 63 pontos. Para se ter uma ideia do tamanho da missão celeste, a Chapecoense, atual líder isolada da Série B do Brasileirão, conquistou 65% dos pontos disputados. Nem mesmo o Flamengo de 2019, campeão da Série A com 90 pontos, conseguiu bater 80% de aproveitamento. O time do então técnico Jorge Jesus terminou o Brasileirão com desempenho de 78%. Atual campeão da Segunda Divisão, o Bragantino fechou 2019 com 65% de aproveitamento.



Apesar de a situação ser complicadíssima, o Cruzeiro pode subir com uma pontuação menor. Em 2007, por exemplo, o Vitória-BA garantiu a vaga com 59. Neste cenário, o Cruzeiro precisaria de um aproveitamento de 74%.


Das partidas restantes para o Cruzeiro, oito serão fora de casa e seis no Mineirão, onde o time faz campanha irregular. Como mandante, a Raposa conseguiu apenas 41% dos 39 pontos disputados. É o quinto pior aproveitamento da Série B, ficando à frente apenas dos quatros times que estão na zona de rebaixamento: Náutico, Figueirense, Botafogo-SP e Oeste.


Já como visitante, o time celeste tem o quarto melhor desempenho. São 18 pontos ganhos em partidas, aproveitamento de 54%.


“Eu tinha muita convicção de que ia acontecer (acesso), e convicção eu ainda tenho. Mas hoje é o jogo a jogo. Quando todo mundo fala que tem que ganhar dez, tem que ganhar 12, eu falo, não, tem que ganhar o próximo. Tempo sempre há. Enquanto existem pontos possíveis para que a gente classifique com o elenco que a gente tem, acredito que temos meios de chegar lá sim. E vamos brigar até o fim para isso”, disse o presidente Sérgio Santos Rodrigues, em entrevista ao portal Uol.



O Cruzeiro é o 16º colocado da Série B, com 28 pontos. O próximo adversário será o América, no clássico marcado para a próxima quarta-feira (2).


Veja a tabela do Cruzeiro na reta final:


Em casa: Brasil de Pelotas; CSA, Cuiabá, Oeste, Operário e Náutico


Fora: América, CRB, Vitória, Avaí, Ponte Preta, Sampaio Corrêa, Juventude e Paraná


Confira o histórico da pontuação do quarto colocado na Série B desde 2006:


2019 – 62 pontos

2018 – 60 pontos

2017 – 64 pontos

2016 – 63 pontos

2015 – 65 pontos

2014 – 62 pontos

2013 – 60 pontos

2012 – 71 pontos

2011 – 61 pontos

2010 – 63 pontos

2009 – 65 pontos

2008 – 63 pontos

2007 – 59 pontos

2006 – 61 pontos




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM