top of page

Para se salvar do rebaixamento, Cruzeiro precisa de 42% de aproveitamento nos sete jogos restantes


O Cruzeiro tem pela frente sete desafios na reta final do Campeonato Brasileiro. Para se safar do rebaixamento, o time mineiro precisa ter 42,8% de aproveitamento nos sete compromissos restantes. No primeiro turno, a Raposa conseguiu apenas uma vitória contra esses adversários e teve somente 28,7% de aproveitamento, o que não seria suficiente para salvá-la do descenso. Para alcançar 42,8% de aproveitamento, a Raposa precisa conquistar 9 dos 21 pontos disponíveis até o fim da competição. Com essa pontuação, o Cruzeiro chegaria aos 46 pontos na tabela e teria apenas 6% de chances de ser rebaixado, de acordo com o Departamento de Matemática da UFMG. Além disso, dos sete adversários celestes dessa reta final, três também brigam contra o rebaixamento, são eles: Coritiba, Vasco e Goiás. Enquanto o Coxa é o vice-lanterna do campeonato, com 23 pontos, os outros dois adversários brigam diretamente com a Raposa. O Goiás é o 18° colocado com 35 pontos, dois a menos do que o Cruzeiro, o 17°colocado. Já o Vasco é o primeiro time fora da zona, com a mesma pontuação do que a equipe mineira, mas com uma vitória de vantagem. Portanto, além de um bom desempenho nos sete jogos restantes do campeonato, triunfos contra as equipes que também brigam na parte de baixo da tabela podem ser fundamentais para evitar o rebaixamento celeste. O primeiro desafio do Cruzeiro é contra o Coritiba, neste sábado (11), às 16h. O duelo, válido pela 34ª rodada do Brasileirão, será realizado no Estádio Vila Capanema, no Paraná.




Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page