top of page

MG inicia Campanha de Multivacinação para tentar alcançar metas de imunizados

Minas Gerais inicia neste sábado (21) a Campanha de Multivacinação para crianças e adolescentes de até 14 anos, 11 meses e 29 dias. Serão ofertados imunizantes contra a hepatite, febre amarela, meningite, poliomielite, sarampo e HPV, entre outros. O objetivo é de que o Estado consiga atingir a meta de 90% para as vacinas BCG e rotavírus e de 95% para as demais, conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde. A Campanha de Multivacinação seguirá até o dia 4 de novembro. "É uma oportunidade que os responsáveis por essas crianças e adolescentes tem para atualizar o cartão de vacina. Isso é fundamental para reduzir os riscos de reintrodução de doenças imunopreveníveis. Estamos fazendo um esforço muito grande para atingir as metas do Ministério da Saúde, e por isso fazemos um apelo para que a população atenda a esse chamado", coordenadora Estadual do Programa de Imunizações da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Josianne Dias Gusmão. Em Minas Gerais, cerca de 3 milhões de crianças e adolescentes poderão participar da campanha. Somente a cobertura vacinal da BCG atingiu a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, com 93% do público alvo vacinado, superior ao definido em 90%. A Tríplice Viral - D2, vacina subcutânea que atua na prevenção do sarampo, caxumba e rubéola, é que a possui a menor quantidade de crianças e adolescentes imunizados. O Estado vacinou apenas 78,43%, enquanto a meta para esse imunizante é de 95%. "Em 2019 tivemos caso de sarampo em Minas. É uma doença imunoprevenível e que pode ser evitada com a vacina. A população precisa ter consciência da importância dos imunizantes. Se não temos a poliomielite, por exemplo, é por causa da vacinação. Muita gente não conhece a paralisia infantil por causa das campanhas de imunização", argumenta Gusmão. Conforme a coordenadora Estadual do Programa de Imunizações, a baixa cobertura vacinal alerta as autoridades de saúde em Minas Gerais. "É um problema que observamos desde 2015. Em 2021, durante a pandemia, tivemos uma redução acentuada na imunização. As pessoas em casa deixaram de ir aos postos de saúde, apesar da vacinação ser um serviço essencial", explicou.

Distribuição de vacinas Todas as doses foram encaminhadas pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) às 28 unidades regionais de saúde do Estado, de acordo com a demanda dos municípios. Neste sábado (21 de outubro), o secretário de estado de saúde Fábio Baccheretti irá participar do lançamento da Campanha de Multivacinação na UBS Cristais, em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte. Onde se vacinar? As vacinas estarão disponíveis nas unidades de saúde de todo o Estado. "Importante destacar que em algumas cidades a imunização pode ocorrer fora dos centros de saúde, com campanhas em escolas e outros locais", pontuou Josianne Dias Gusmão, coordenadora Estadual do Programa de Imunizações da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG). Quais documentos levar? Os responsáveis deverão apresentar o cartão de vacinação das crianças ou adolescentes, para que as equipes verifiquem a situação vacinal e atualizem as doses faltantes. Também é recomendado levar um documento de identificação com foto. Cobertura vacinal em Minas Gerais

  • DTP - 85,04%

  • Menigocócica Conj.C - 84,53%

  • Pneumocóccica - 88,26%

  • FA - 91,88%

  • Pentavalente - 88,66%

  • Pneumocóccica - 82,81%

  • Tríplice Viral - D1 - 93,04%

  • Varicela - 87,13%

  • Poliomielite(VOP/VIP) - 82,87%

  • DTP - 88,66%

  • Menigocócica Conj.C - 82,84%

  • Poliomielite - 88,86%

  • Rotavírus Humano - 81,51%

  • BCG - 93,41%

  • Hepatite A - 89,79%

  • Tríplice Viral - D2 - 78,43% Fonte: Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG).




Commentaires


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page