top of page

Mãe, pai e irmão de menina morta em Mateus Leme são liberados após depoimento

A Polícia Civil de Minas Gerais informou que liberou, após depoimentos, a mãe, o pai e o meio-irmão da menina com hidrocefalia morta em Mateus Leme, na região metropolitana de Belo Horizonte, com sinais de estupro. A Polícia Militar, com base em relatos da equipe médica, suspeitava de que os abusos poderiam ter sido cometidos pelo adolescente de 14 anos, que é filho da mulher, de 30 anos, e meio-irmão da vítima.


O pai da criança, de 48 anos, também tinha sido preso com a companheira pela suspeita de abandono de incapaz, já que ambos deixaram a criança sozinha em casa com o adolescente e saíram no sábado (8). A mulher alega que foi para o bar sozinha, enquanto o homem disse aos policiais que foi procurar por uma filha dele, de 18 anos.


A criança deu entrada na UPA da cidade na sexta-feira (7), recebeu alta no sábado e voltou à unidade de pronto atendimento nesse domingo (9). Ela morreu ao lado da mãe, que não percebeu o óbito porque “estava ocupada mexendo no celular”.

O relatório médico aponta que a menina tinha ampla dilatação anal, ausência de pregas anais e rompimento do hímen, o que indicava que ela foi estuprada. A Polícia Civil disse que investiga o caso e que o corpo da vítima foi encaminhado ao Posto Médico-Legal para ser submetido a exames. A instituição aguarda os laudos para atestar as circunstâncias e a causa da morte da criança.




Comentarios


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page