top of page

Gerente de galpão onde foram apreendidas 300 toneladas de sabão em pó falsificado é preso

Uma pessoa foi presa e outras 30 são investigadas suspeitas de integrar a organização criminosa que produzia sabão em pó falsificado no Centro-Oeste de Minas. A informação foi divulgada pela Polícia Civil durante entrevista coletiva, em Divinópolis, nesta terça-feira (15). A Polícia Civil estima que o grupo conseguia na operação um lucro livre de R$ 3 milhões.

Uma operação realizada na segunda-feira (14) resultou na apreensão de 300 toneladas de sabão em pó falsificado, milhares de caixas de papelão da marca OMO e equipamentos de produção em Itna, Divinópolis e São Gonçalo do Pará. A Polícia Civil informou, a princípio, que seria cerca de 200 toneladas. De acordo com a corporação, o grupo é o mesmo que atuava em Nova Serrana e foi alvo de duas apreensões no ano passado. As investigações seguem para identificar os responsáveis pela produção - entre elas a gráfica que produzia os rótulos falsificados - e distribuição dos produtos falsificados.




Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page