top of page

Cruzeiro x Atlético: BH terá esquema especial de segurança e Mineirão aberto mais cedo

Com previsão de mais de 61 mil pessoas presentes no Mineirão no próximo domingo (7), a Polícia Militar da capital reforçou pedido para que os cruzeirenses antecipem a chegada ao estádio, a fim de evitar tumultos próximo ao Mineirão - que será aberto mais cedo, às 12h30, três horas antes da bola rolar para o clássico entre Cruzeiro e Atlético. O estacionamento do estádio vai abrir às 11h30.

De acordo com a Polícia Militar, só terá acesso de carro nos arredores do Mineirão o torcedor que tiver comprado o ingresso para o estacionamento de forma antecipada ou veículos credenciados. Dois postos de verificação estarão fiscalizando os carros que se aproximarem do local.


“A Polícia reforça o pedido para que o torcedor utilize transporte público ou por aplicativo para chegar ao Mineirão. Caso vá de carro particular, que estacione em bairros próximos e termine de chegar a pé porque não vai conseguir vaga e estacionar nas proximidades do estádio”, explicou a major Layla Brunnela, porta-voz da PM.

Além dos postos, haverá duas barreiras para conferência de ingressos antes do torcedor ter chegar ao Mineirão: uma antes da esplanada e outra nas catracas.


Obras na região

Vale ressaltar que o entorno do estádio passa por obras para a adaptação do circuito de rua que receberá a Stock Car, em agosto. Quanto mais cedo o torcedor chegar, menos transtorno poderá enfrentar. 

Uma das vias que dá acesso ao estádio, a avenida Rei Pelé, entre as avenidas Coronel Oscar Paschoal (Escola de Veterinária da UFMG)  e Antônio Abrahão Caram (próximo ao restaurante Farroupilha), passa por recapeamento e está fechada. 

Monitoramento

Para garantir a segurança dos torcedores, a PM terá um reforço de aproximadamente 500 homens na área do 34º batalhão, que tem sede no estádio.

A corporação garante que, além do Mineirão, todos os batalhões da capital terão reforço com dobra de serviço, com o objetivo de atender pequenas aglomerações de torcedores ao longo de toda capital e região metropolitana. O comando de missão especiais também terá força máxima. O total de policiais nas ruas não foi revelado.

“Sabemos que há uma preocupação maior no pós-jogo e por isso um reforço do policiamento do comando de missões especiais nos bairros, em pontos que a gente sabe que são tradicionais de comemoração pós-partidas”, falou a  Major Layla Brunnela.

Redes sociais e grupos de Whatsapp estão sendo monitorados pelo serviço de inteligência para evitar qualquer tipo de confronto antes, durante e depois do jogo. Segundo a PM, até o momento nada foi registrado.






Comentarios


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page