top of page

Cruzeiro busca 1° título Mineiro na década para iniciar reviravolta

O Cruzeiro segue em busca do 39º título do Campeonato Mineiro e quer voltar a levantar o troféu do estadual após cinco anos. No sábado (16), a equipe celeste precisa de um empate contra o Tombense no Mineirão, no segundo jogo da semifinal, para ir mais uma vez à decisão.


Ser campeão estadual em 2024 ainda representa a quebra de uma hegemonia por parte da Raposa. Isso porque, nesta década, só o rival Atlético conquistou o título em Minas Gerais. Vale lembrar que, de acordo com a Organização Internacional de Normalização (ISO, em inglês), uma década é considerada do ano terminado em 0 até o ano terminado em 9.


Nesse cenário, a última década que terminou com hegemonia cruzeirense foi a de 2000, quando o time foi campeão cinco vezes. O Atlético venceu duas vezes, enquanto América, Ipatinga e Caldense foram campeões uma vez cada.


Já na década seguinte, o Cruzeiro ficou atrás do rival por um título - cinco contra quatro entre 2010 e 2019. Se levantar o troféu em 2024, a equipe celeste vai “diminuir o placar” em relação ao Atlético e deixar a contagem de títulos em 4 a 1, o que ainda permite uma reviravolta que pode terminar com mais títulos que o alvinegro na década de 2020.

Em caso de classificação para a final deste ano, o Cruzeiro vai enfrentar Atlético ou América. No jogo de ida, o alvinegro venceu por 2 a 0 e leva vantagem para o jogo de volta.

Por ter a melhor campanha desta primeira fase do estadual, a equipe celeste terá vantagem em uma eventual decisão e poderá jogar por dois empates ou uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols. Além disso, o Cruzeiro também tem direito de ser mandante na segunda partida.


Ranking de títulos do Campeonato Mineiro por década

Década de 1910 (a partir da 1915, ano do primeiro Campeonato Mineiro)

  • Atlético: 1 (1915)

  • América: 4 (1916, 1917, 1918 e 1919)

Década de 1920

  • América: 6 (1920, 1921, 1922, 1923, 1924 e 1925)

  • Atlético: 2 (1926 e 1927)

  • Palestra Itália: 2 (1928 e 1929)

Década de 1930

  • Palestra Itália: 1 (1930)

  • Atlético: 5 (1931, 1932*, 1936, 1938 e 1939)

  • Villa Nova: 4 (1932*, 1933, 1934 e 1935)

  • Siderúrgica: 1 (1937)

*Atlético e Villa Nova são considerados campeões em 1932

Década de 1940

  • Palestra Itália/Cruzeiro: 4 (1940, 1943, 1944 e 1945)

  • Atlético: 5 (1941, 1942, 1946, 1947 e 1949)

  • América: 1 (1948)

Década de 1950

  • Atlético: 7 (1950, 1952, 1953, 1954, 1955, 1956*, 1958)

  • Villa Nova: 1 (1951)

  • América: 1 (1957)

  • Cruzeiro: 2 (1956* e 1959)

* o título Mineiro de 1956 foi dividido entre Atlético e Cruzeiro

Década de 1960

  • Cruzeiro: 7 (1960, 1961, 1965, 1966, 1967, 1968 e 1969)

  • Atlético: 2 (1962 e 1963)

  • Siderúrgica: 1 (1964)

Década de 1970

  • Atlético: 4 (1970, 1976, 1978 e 1979)

  • América: 1 (1971)

  • Cruzeiro: 5 (1972, 1973, 1974, 1975 e 1977)

Década de 1980

  • Atlético: 8 (1980, 1981, 1982, 1983, 1985, 1986, 1988 e 1989)

  • Cruzeiro: 2 (1984 e 1987)

Década de 1990

  • Cruzeiro: 6 (1990, 1992, 1994, 1996, 1997 e 1998)

  • Atlético: 3 (1991, 1995 e 1999)

  • América: 1 (1993)

Década de 2000

  • Atlético: 2 (2000 e 2007)

  • América: 1 (2001)

  • Caldense: 1 (2002)

  • Cruzeiro: 5 (2003, 2004, 2006, 2008 e 2009)

  • Ipatinga: 1 (2005)

Década de 2010

  • Atlético: 5 (2010, 2012, 2013, 2015 e 2017)

  • Cruzeiro: 4 (2011, 2014, 2018 e 2019)

  • América: 1 (2016)

Década de 2020 (de 2020 e 2023)

  • Atlético: 4 (2020, 2021, 2022 e 2023)



Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page