Covid-19: escolas particulares pedem reinício das aulas após vacina e estudantes e professores como

Professores de escolas particulares de Minas Gerais lançaram nesta quinta-feira uma campanha defendendo o retorno das aulas presenciais apenas depois da vacina contra a covid-19 e reivindicando a inclusão dos professores e estudantes no grupo prioritário para vacinação.


Segundo Valéria Morato, presidente do Sindicato dos Professores de Minas Gerais (Sinpro), os profissionais não estão se negando a trabalhar presencialmente, mas também se preocupam com a saúde.

“Os professores se desdobraram, inovaram, conseguiram finalizar o ano letivo da forma que deu, de forma remota, mas conseguiram manter o vínculo com os estudantes. Nós precisamos reafirmar que a categoria não está se negando a volta presencial, mas reivindica a volta presencial do trabalho presencial somente após a vacinação. Entendemos que os professores precisam estar dentro do grupo prioritário para vacina para que as aulas presenciais retomem.”

Valéria diz também que a inclusão dos estudantes no grupo prioritário é importante pelo fato deles terem grande potencial de transmissão da doença. “Nós não queremos aqui dizer que somos melhores e nem piores que ninguém, nós queremos dizer que, se é necessário, e acho que é, o retorno presencial das aulas, ele precisa ser feito com garantia a vida dos professores, dos trabalhadores em educação e também dos estudantes.”


A presidente diz que o sindicato já apresentou um apelo ao governo de Minas solicitando que os professores e estudantes estejam no grupo prioritário e a campanha é para reforçar o pedido. “Estamos conclamando todos vocês a entrar conosco nessa campanha pela vacina e pelo Auxílio Emergencial. A economia que todos querem que volte a funcionar precisa da vida e vida se dá, nesse momento, através da vacinação.”




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM