top of page

Covid-19: casos da variante Delta são detectados pela primeira vez em Belo Horizonte

A variante Delta do novo coronavírus é detectada pela primeira vez em Belo Horizonte. As duas pessoas contaminadas tinham retornado de viagem ao Reino Unido. O estado de saúde dos pacientes não foi informado.


Segundo o Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que recebeu amostras para análise, a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte e a Secretaria de Estado de Saúde já foram notificadas.

De acordo com os pesquisadores, ainda não foram detectados casos que indiquem a ocorrência de transmissão comunitária da variante Delta no Estado, mas essa possibilidade não está descartada.

O professor do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, Renam Pedra de Souza, explica como é feito o monitoramento das variantes do coronavírus em Belo Horizonte.

“São enviadas amostras para a UFMG provenientes do diagnóstico de rotina da Prefeitura de Belo Horizonte para que sejam caracterizados quais as variantes aquelas amostras possuem. Na terça-feira dia 20 nós recebemos amostras do fluxo rotineiro, além de duas amostras que eram suspeitas de serem variantes Delta. Ao longo da semana nós trabalhamos nessas amostras e ontem nós conseguimos caracterizar que as duas eram exatamente da variante Delta.”


De acordo com o professor, por se tratar de um projeto de pesquisa em que a identidade dos indivíduos permanece anônima, não se sabe informações sobre os pacientes como o sexo ou se houve ou não hospitalização devido à infecção.




Comentários


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page