Combinação chuva e calor é propícia para registro de animais peçonhentos

Cuidados básicos dentro e fora de casa ajudam a evitar incidentes e contágio por doenças

Como as previsões meteorológicas para as próximas semanas ainda são de muita chuva e calor, a população deve ficar atenta a possíveis aparecimentos de animais peçonhentos. Como o habitat natural de muitos deles fica ameaçado pelo grande volume de água, a solução para os mesmos é buscar refúgio em ambientes do cotidiano humano. E é justamente esta invasão a responsável por incidentes como picadas, alergias e envenenamentos, além da transmissão de inúmeras doenças. São comuns neste período o aparecimento de cobras, aranhas, escorpiões, taturanas, abelhas, formigas, marimbondos, vespas, lacraias, dentre outros. Dados epidemiológicos da Secretaria Municipal de Saúde apontam o registro de 53 notificações decorrentes de animais peçonhentos em 2020 na cidade. Neste ano, ainda não há nenhum registro deste tipo no município.

Em casa, as principais recomendações para evitar sinistros são manter os ambientes sempre limpos, não acumular lixo e entulhos, manter muros e paredes bem rebocados, manter gramas sempre aparadas, evitar plantas encostando em paredes e telhados, limpar móveis e objetos, cuidar do entorno das residências, vedar frestas e buracos, manter cuidados em locais fechados, manter distância entre mobiliário e paredes, etc. Em ambientes externos, verificar a área ao redor de seu ponto de estadia, evitar locais próximos à presença de roedores e outros animais, cuidado com margens de rios ou regiões de mata fechada ou alta, preferir o uso de roupas compridas, manter carros fechados, não tocar em animais, dentre outros.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM