top of page

Com time desfalcado, Tite defende retrospecto impressionante nas Eliminatórias

Uma marca do trabalho de Tite no comando da Seleção Brasileira é o grande desempenho nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Nesta rodada tripla, que começa com a partida diante do Chile, nesta quinta-feira (2), às 22h (de Brasília), no Estádio Monumental, em Santiago, o desafio é manter a invencibilidade e o grande retrospecto com tantos desfalques.


Os clubes ingleses não liberaram seus jogadores para os jogos contra os chilenos e também diante de argentinos, dia 5, em São Paulo, e peruanos, dia 9, no Recife, e provocaram nove desfalques na lista original divulgada pelo treinador brasileiro, que não contará com Alisson, Fabinho e Roberto Firmino (Liverpool), Ederson e Gabriel Jesus (Manchester City), Thiago Silva (Chelsea), Fred (Manchester United), Raphinha (Leeds United) e Richarlison (Everton).

Na última quarta-feira, o Zenit, da Rússia, pediu os retornos do meia Claudinho e do atacante Malcom, para que os jogadores possam cumprir quarentena e estar à disposição no jogo do próximo dia 14, contra o Chelsea, da Inglaterra, na estreina na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Assim, o treinador brasileiro faz mistério em relação ao time que encara o Chile até pela carência de alguns titulares do seu time. Certezas são o goleiro Weverton, que fica com a vaga dos “ingleses”, o zagueiro Marquinhos, o volante Casemiro, que será capitão, e o meia-atacante Neymar.

Os atleticanos Guilherme Arana e Hulk brigam por vagas de titulares, tendo Alex Sandro e Matheus Cunha como concorrentes. Tite completa nesta quinta-feira a 19ª partida comandando a Seleção Brasileira nas Eliminatórias. Até agora, em 18 jogos, são 16 vitórias e dois empates, com 46 gols marcados e apenas cinco sofridos. O aproveitamento é de 92,59%.


Nesta edição, o Brasil venceu os seis jogos disputados e com 18 pontos já tem a vaga para a Copa do Mundo do Catar encaminhada.

Situação bem diferente do Chile, que viveu grande fase na metade da década passada, mas que naufraga nestas Eliminatórias Sul-Americanas. São apenas seis pontos conquistados, aproveitamento de 33,33% e a sétima colocação.

Na competição, os quatro primeiros colocados vão diretamente para o Mundial de 2022 e o quinto disputa uma repescagem.

Ficha do jogo

CHILE

Claudio Bravo; Mauricio Isla, Paulo Díaz, Gary Medel, Guillermo Maripán e Eugenio Mena; Erick Pulgar, Charles Aránguiz e Arturo Vidal; Eduardo Vargas e Iván Morales. Técnico: Martín Lasarte


BRASIL

Weverton, Danilo (Daniel Alves), Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro (Guilherme Arana); Casemiro, Bruno Guimarães e Lucas Paquetá; Neymar, Gabigol e Matheus Cunha (Hulk). Técnico: Tite

DATA: 2 de setembro de 2021;

HORÁRIO: 22h;

ESTÁDIO: Monumental;

CIDADE: Santiago;

ARBITRAGEM: Diego Haro, auxiliado por Jonny Bossio e Jesus Sanchez, todos do Peru;


VAR: Victor Carrillo (Peru).




Opmerkingen


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page