top of page

Carnaval em Minas terá policiamento reforçado com foco em crimes de assédio e importunação sexual

O Carnaval em Minas Gerais terá na segurança das mulheres o foco principal das ações coordenadas pelas forças de segurança público. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (9), pelo Governo de Minas, que destacou que serão criados mais de 50 mil postos de policiamento no estado, sendo 20 mil somente em Belo Horizonte. O objetivo será coibir e inibir crimes de assédio e importunação sexual.

"Queremos um Carnaval seguro para o mineiro e também para aqueles que vierem de fora", declarou o governador Romeu Zema (Novo) durante coletiva nesta quinta-feira (8).


O público estimado para o Carnaval deste ano no estado é de 5 milhões de pessoas, conforme previsões da Belotur. Mais de 200 cidades estão inscritas em ações planejadas pelo governo estadual e a expectativa é de que sejam movimentados mais de R$ 1 bilhão durante os quatro dias de folia.

Em Belo Horizonte, a expectativa de ocupação nos hotéis é de 100%, conforme previsão do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Belo Horizonte e Região Metropolitana. Nas demais cidades, a proporção deve variar de acordo com a proposta e localização de cada município, mas a expectativa é permanecer entre 65% e 90%.

Policiamento


Além do policiamento preventivo a pé, os militares vão utilizar motocicletas e monitorar os blocos através do serviço de inteligência, além de ampliar o horário de funcionamento das Bases de Segurança. Haverá também quatro veículos, do tipo carreta, com câmeras instaladas que vão registrar imagens de 360° e com capacidade de identificar uma pessoa em um raio de três a quatro quilômetros, além de drones.

As Patrulhas de Prevenção à Violência Doméstica da PM, distribuídas em 128 cidades mineiras, serão destinadas exclusivamente no acolhimento das vítimas de assédio e importunação sexual. De acordo com o governo, serão 350 postos ativados por dia. Na Região Metropolitana, o trabalho será feito pelo Batalhão de Proteção à Mulher.

Nas delegacias haverá empenho de 430 policiais civis, além da presença do ônibus da PC adaptado para atendimento ao público em cidades como Diamantina, Ouro Preto, Conceição do Mato Dentro, Pirapora, dentre outras. Serão 71 unidades espalhadas em todo o estado.



Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page