top of page

Atlético e Cruzeiro encaminham acordo para torcida única no clássico pelo Mineiro

Cruzeiro e Atlético têm acordo encaminhado para que o primeiro clássico entre os clubes em 2024 seja realizado com torcida única. Os arquirrivais se encontrarão pela primeira vez no dia 3 de fevereiro, às 19h30 (de Brasília), na Arena MRV, pela terceira rodada do Campeonato Mineiro.

Neste cenário, o clube alvinegro, mandante do jogo, teria à disposição 100% da carga de ingressos. As conversas entre as diretorias estão em andamento. Embora o martelo ainda não tenha sido batido, essa é a tendência no momento.

A Itatiaia apurou que a adoção da torcida única não partiu de uma sugestão das forças de segurança de Minas Gerais. A medida parte de um acordo entre os dois clubes protagonistas do maior clássico do futebol mineiro.

No dia seguinte ao clássico, o Mineirão vai receber a Supercopa do Brasil entre Palmeiras e São Paulo. O duelo paulista terá duas torcidas e receberá atenção especial da Polícia Militar de Minas Gerais.

A Itatiaia procurou os dois clubes pedindo um posicionamento oficial. Assim que houver a resposta, a matéria será atualizada.


Como foi o último clássico

No último clássico, o primeiro disputado na Arena MRV, as polêmicas não ficaram só dentro de campo. Antes da bola rolar, cruzeirenses reclamaram da falta de portas e de papel higiênico nos banheiros, sobretudo no feminino. Além disso, houve alegação de “ponto cego” em parte das arquibancadas destinadas aos visitantes.

Por outro lado, o Atlético mostrou um relatório de depredação, em que cruzeirenses teriam destruído e adesivado cadeiras no estádio. Também foram quebrados leitores de detecção facial e de catracas.


Organizadas de Atlético e Cruzeiro estão banidas

Em outubro do ano passado, após uma recomendação do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), as organizadas Galoucura e Brigada 1908, do Atlético, foram suspensas por tempo indeterminado. Com isso, seus integrantes não podem adentrar estádios com vestimentas e instrumentos musicais. O banimento foi definido justamente depois de um conflito entre elas no último clássico diante do Cruzeiro.

Já do lado do Cruzeiro, o MPMG recomendou o banimento da Máfia Azul e da Pavilhão Independente em novembro do ano passado. O pedido foi feito após membros das duas organizadas terem invadido o gramado do Durival de Britto, em Curitiba, em partida válida pela 34ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

O MPMG recomendou à Federação Mineira de Futebol (FMF) o banimento de Máfia Azul e Pavilhão Independente em todos os estádios do Brasil. Para o MP, a Máfia Azul deveria ser banida por dois anos a partir de 15 de março de 2024, dia em que se encerra outro banimento da organizada. Por outro lado, a Pavilhão deveria ser banida por 12 meses a partir do dia 13 de novembro de 2023, data da recomendação.


Briga em 2022 resultou em morte de torcedor

Em março de 2022, torcedores de Atlético e Cruzeiro se envolveram em uma briga generalizada no bairro Boa Vista, em Belo Horizonte. Na ocasião, uma pessoa morreu e outra foi ferida. Mais de 30 chamados foram feitos à Polícia Militar (PM) por causa da confusão, registrada poucas horas antes do clássico, no Mineirão.



Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page