top of page

América vence Internacional, segue vivo na briga pela Libertadores

O América voltou a vencer em casa após três derrotas seguidas ao bater o vice-líder Internacional por 1 a 0, no Independência, nesta quarta-feira (2). O Coelho abriu o placar no segundo tempo com o meia Alê, após cobrança de escanteio. Cavichioli ainda defendeu um pênalti quando o jogo estava 0 a 0.

O América chegou a 49 pontos e fica apenas dois atrás do São Paulo, que é o 8° colocado, primeiro dentro da zona de classificação para a Libertadores. Assim, o Coelho segue no objetivo de buscar vaga na principal competição continental.

A vitória americana sacramentou o título de campeão Brasileiro para o Palmeiras, já que o Inter era o único na perseguição e agora não pode mais alcançá-los.

O jogo

O América começou melhor no jogo, pressionando o Internacional e criando três grandes chances antes dos 10 minutos. Aos sete, Henrique Almeida recebeu na área sozinho, dominou e bateu, mas foi travado na hora H por Vitão. Dois minutos depois, Henrique recebeu cruzamento e cabeceou exigindo grande defesa de Keiller. No lance seguinte, o atacante recebeu enfiada de bola na área, bateu na saída de Keiller e viu Vitão tirar a bola em cima da linha. Aos 14, o Inter tentou responder com cruzamento para Edenilson, mas o meia cabeceou ao lado do gol americano.


Aos 18 minutos, após falta cobrada para área, Alê tentou afastar a bola da área e acabou chutando Moledo. O juiz viu e o pênalti foi marcado para o Inter. Na cobrança, Cavichioli defendeu o pênalti e o rebote de Alan Patrick, mantendo o 0 a 0. Aos 33, Alan Patrick tentou se redimir ao driblar três defensores em bela jogada, invadir a área e bater no cantinho, mas a bola desviou de leve em Conti e foi para escanteio. Aos 37, o América respondeu com uma jogada entre os dois laterais, Marlon cruzou da esquerda e achou Cáceres na área, mas a bola caiu na perna esquerda do lateral e ele mandou por cima do gol. Aos 42, Benítez cobrou escanteio na área e Conti ganhou de cabeça, exigindo mais uma boa defesa de Keiller.

No segundo tempo, o América chegou primeiro com chute de Benítez de longe, que parou nas mãos de Keiller. O Inter respondeu com cabeçada de Moledo após escanteio, mas parou em Cavichioli. Aos 19, Alan Patrick deu belo passe para Alemão, que saiu cara a cara com Cavichioli, bateu deslocando o goleiro, mas acertou a trave. Aos 30 minutos, Alê aproveitou escanteio na área e cabeceou para abrir o placar para o Coelho.

Após o gol, o América recuou e o Inter foi pra cima buscando o empate. Aos 41, Cavichioli cortou um cruzamento que ia na cabeça de Braian Romero. Aos 49, Lucas Ramos soltou o pé fora da área e quase empatou o jogo, mas a bola foi por cima do gol com muito perigo.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA 1 X 0 INTERNACIONAL

América Matheus Cavichioli; Cáceres (Arthur), Conti, Éder (Ricardo Silva) e Marlon; Alê, Juninho e Benítez (Lucas Kal); Felipe Azevedo, Everaldo (Aloísio) e Henrique Almeida (Wellington Paulista)

Técnico: Vagner Mancini

Internacional Keiller; Bustos, Vitão, Moledo e Renê; Johnny, Edenílson (Maurício), Carlos de Pena (Lucas Ramos) e Alan Patrick (David); Wanderson (Pedro Henrique) e Alemão (Braian Romero)

Técnico: Mano Menezes

Motivo: Jogo pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Data: 02 de novembro de 2022 (quarta-feira) Local: Belo Horizonte Estádio: Independência Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Bruno Raphael e Bruno Boschilia VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro Cartões amarelos: - Gol: Alê (aos 30 minutos do segundo tempo)




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page