top of page

América goleia Bragantino fora de casa e dorme no G-8 do Brasileirão

O América venceu o Red Bull Bragantino por 4 a 1, neste sábado (5), no Nabizão. Com o resultado, o Coelho soma 52 pontos e entra, momentaneamente, para o G-8, que dá vaga à pré-Libertadores 2023, um dos objetivos do time. Segundo a UFMG, agora a equipe tem 34,1 % de chances de ir à competição.

A vitória marcou o fim de um tabu de sete anos, pois o América não vencia o Bragantino fora de casa desde 2015, quando triunfou por 1 a 0. Neste sábado (5), o bom resultado do time mineiro veio em um jogo movimentado, com gols de Juninho, Henrique Almeida e Everaldo.


O próximo compromisso do Coelho será nesta quarta-feira (9), às 21h30, no Allianz Parque, contra o Palmeiras. Na mesma data, às 20h30, o Bragantino encontra o Fortaleza. O Massa Bruta caiu para o 14° lugar, com 44 pontos e tenta uma vaga na Sul-Americana do próximo ano.

O jogo

O primeiro tempo do duelo foi bastante agitado em todos os sentidos, com direito a quatro gols, sete minutos totais de paralisação, dois pênaltis e oito cartões amarelos distribuídos pelo árbitro Marcelo de Lima Henrique.


Com apenas dois minutos de jogo, o Bragantino ameaçou duas vezes, mas o América foi o primeiro a marcar, com Juninho. O atacante aproveitou o erro do goleiro na saída de bola, antecipou o jogador do Bragantino, roubou a bola e balançou as redes.

Aos 15 minutos, o jogo foi paralisado após suposto toque de mão de Ricardo Silva na bola. Depois de três minutos, o árbitro confirmou a irregularidade e marcou pênalti para o Massa Bruta. Na cobrança, Luan Cândido colocou a bola no canto direito, sem chances para Cavichioli.

A paralisação do VAR não foi o suficiente para esfriar a partida e, logo aos 24, o Coelho virou. Benítez bateu uma falta pelo lado esquerdo, Alê desviou para a área e a bola encontrou Henrique Almeida, que marcou o segundo do time mineiro.

O duelo seguiu com o Bragantino dominando a bola, apesar do resultado, mas, outra vez, quem apareceu foi o Coelho, que marcou outro gol com Juninho. Porém, o árbitro assinalou impedimento e o tento não valeu.

Porém, a invalidação não desanimou o Coelho. O time seguiu procurando espaços e atacando e, aos 40 minutos, Luan Cândido empurrou Henrique Almeida dentro da área e o árbitro marcou pênalti para o América. Na cobrança, Everaldo deslocou o goleiro e mandou no canto esquerdo do gol, fazendo 3 a 1.

O segundo tempo fluiu com mais calma e menos intervenções. Devido ao placar, o América voltou com mais calma e, durante os primeiros minutos conseguiu administrar o placar. Depois, com mais confiança, decidiu ousar mais, mas sem criar tantas chances.

Do lado do Massa Bruta, o time voltou tentando ofender mais, porém encontrou dificuldades em burlar o sistema defensivo do América. Quando quase conseguiu, aos 31 minutos, o goleiro Cavichioli ganhou destaque por fazer grande defesa contra o lance de Hellinho.

O embate seguiu com o time paulista com posse de bola e tentando criar oportunidades, mas não foi bem-sucedido. O América, por sua vez, viu espaço para fazer mais um. Aos 45 minutos, bola na área, cabeçada de Alê e a bola cai nos pés de Juninho, que mandou para o gol.

Ficha técnica

Red Bull Bragantino 4 x 1 América

Bragantino Cleiton; Aderlan, Lomónaco, Natan e Luan Cândido; Raul (Jadson), Lucas Evangelista (Carlos Eduardo) e Hyoran (Miguel); Artur (Wellington), Popó e Helinho.

Técnico: Maurício Barbieri

América Matheus Cavichioli; Raúl Cáceres, Conti, Ricardo Silva e Marlon (Danilo Avelar); Juninho, Alê e Benítez (Matheusinho); Everaldo (Lucas Kal), Henrique Almeida (Wellington Paulista) e Felipe Azevedo (Aloísio).

Técnico: Vagner Mancini

Motivo: 36º rodada da Série A do Campeonato Brasileiro Data: 5 de novembro de 2022 (sábado) Local: Estádio Nabizão (Bragança Paulista) Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Nailton Junior de Sousa Oliveira e Renan Aguiar da Costa. Cartões amarelos: Lomónaco, Luan Cândido (Bragantino); Ricardo Silva, Alê (América). Gols: Juninho, do América, aos 8 minutos do primeiro tempo e aos 45 do segundo tempo; Luan Cândido, do Bragantino, aos 18 minutos do primeiro tempo; Henrique Almeida, do América, aos 24 minutos do primeiro tempo. Everaldo, do América, aos 42 do primeiro tempo.






Σχόλια


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page