top of page

América desperdiça muitas chances, leva gol no fim e se complica na Libertadores


Na primeira partida internacional da história do América, o resultado foi longe do que o torcedor do Coelho esperava. Em um duelo em que abusou de perder chances de abrir o placar, o Alviverde foi derrotado por 1 a 0 para o Guaraní, do Paraguai, nesta quarta-feira (23), no Independência, no jogo de ida da segunda fase da Copa Libertadores. Publicidade O atacante Colmán, aos 45 minutos do segundo tempo, em rápido contra-ataque, fez o gol que garantiu a vitória do time visitante. Um castigo para os comandados do técnico Marquinhos Santos, que dominaram a partida, mostrando muito volume de jogo nos dois tempos do duelo. O reconhecimento veio das arquibancadas, com o aplauso do torcedor que veio em bom número ao Independência. Para avançar à terceira fase da competição, o Coelho precisará vencer por pelo menos dois gols de diferença na partida de volta, marcada para a próxima quarta-feira (2), às 19h15, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção. Um triunfo do Alviverde pela vantagem mínima levará a decisão para disputa dos pênaltis. Vale lembrar que a Conmebol aboliu a partir desta temporada o gol fora de casa como critério de desempate. Má pontaria e castigo De acordo com estatísticas da Conmebol, o América finalizou 25 vezes contra o gol do Guaraní-PAR, sendo seis no alvo. A principal delas no primeiro tempo, quando Juninho chapelou o defensor e finalizou no travessão do goleiro Vásquez. Na segunda etapa, o mesmo panorama, com o Coelho em cima do rival, e criando chances de marcar. Entretanto, de nada valeu o volume de jogo e os 72% de posse bola do Alviverde. Já nos acréscimos, em uma das poucas investidas da equipe visitante, Colmán finalizou da entrada da área, a bola desviou em Iago Maidana e enganou o goleiro Jailson. FICHA TÉCNICA AMÉRICA 0 x 1 GUARANÍ-PAR AMÉRICA Jailson; Patric (Raúl Cáceres), Iago Maidana, Éder e Marlon; Lucas Kal, Juninho e Índio Ramírez (Pedrinho); Matheusinho (Henrique Almeida), Felipe Azevedo (Everaldo) e Wellington Paulista (Rodolfo) Técnico: Marquinhos Santos GUARANÍ-PAR Devis Vásquez; Rodi Ferreira, Marcos Cáceres (Julio González), Roberto Fernández e Guillermo Benítez; Rodrigo Fernández, Jorge Mendoza (Bareiro), Marcelo Gonzalez e Josué Colmán; José Nuñez (Samudio) e Fernando Fernández (Ángel Benítez) Técnico: Fernando Jubero Motivo: jogo de ida da 2ª fase da Copa Libertadores da América Data: quarta-feira, 23 de fevereiro de 2022 Local: Estádio Independência Arbitragem: Wilmar Roldán, auxiliado por Sebastian Vela e Jhon Gallego. Trio da Colômbia Cartões amarelos: Éder e Patric (América); Ángel Benítez (Guaraní-PAR) Gol: Colmán, aos 45 minutos do segundo tempo Público: 6.409 Renda: R$206.580,00




Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page