top of page

América convoca a torcida para vencer o São Paulo e chegar à semifinal


O América tem nesta quinta-feira, contra o São Paulo, no Independência, às 21h, o seu jogo do ano. Uma vitória vale vaga para a semifinal da Copa do Brasil e um prêmio de R$ 8 milhões. Mas, para embolsar essa bolada, a missão será difícil. O Coelho precisa vencer por dois gols de diferença, já que perdeu a primeira partida por 1 x 0 no Morumbi. Vitória americana por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. O técnico Vagner Mancini poderá contar com quase todos os jogadores. Apenas German Conti está fora, por causa de uma lesão na coxa. O grande número de atletas no departamento médico foi um problema que o América enfrentou durante muitas rodadas, principalmente no Campeonato Brasileiro. Mas, com o DM praticamente vazio, o treinador ganhou alternativas. “Com a recuperação de todos aqueles que estavam fora, no departamento médico e tudo mais, a gente agora tem as opções necessárias pra contrabalancear e jogar a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro com times fortes, porque às vezes a gente tinha que sacrificar um ou outro jogador. É muito importante que nesse momento do ano, onde todo mundo já tá um pouco estressado com a quantidade de jogos, que a gente tenha boas opções pra mudar a equipe”, afirma Mancini. O treinador não poderá contar com reforços como Mastriani e Martínez, que chegaram fora do período de inscrição, e nem com Benitez, que já havia disputado a Copa pelo Grêmio. Sem o meia argentino, a tendência é que Alê, que retornou no último domingo, seja o substituto, segundo disse o próprio técnico. “A tendência é que o Alê entre. Vamos sentar com toda equipe, estudar o São paulo. A volta do Alê me garante pelo menos a intensidade de jogo”. As quatro vitórias seguidas no Brasileirão dão mais confiança aos jogadores do América para enfrentar o São Paulo. Em casa, na Copa do Brasil, foram duas boas vitórias: 2 x 0 sobre o CSA e 3 x 0 contra o Botafogo, placares que dariam a classificação ao Coelho. Mas o time não pode pensar apenas em atacar, já que um gol do tricolor paulista deixaria a missão ainda mais difícil. O zagueiro Éder diz que o América vai ter que começar a marcar lá na frente. “Estar sempre marcando o mais agressivo possível e acredito que mais uma vez vamos seguir essa linha porque é um jogo extremamente importante, decisivo". Éder também explica que o time vem melhorando na questão da bola área. Essa questão de bola parada, bola aérea, ela é questão mais de concentração, de posicionamento, porque nós também podemos fazer gol de bola parada, de bola aérea. É algo que não é muito definido no futebol, é você estar preparado, concentrado pra evitar os erros”, diz. O América espera que a torcida compareça em peso para empurrar a equipe. “Nesses dois últimos jogos, diante do Santos e do Avaí, a torcida jogou junto com o time e isso tem nos deixado muito felizes, porque você tira força de onde não tem. O torcedor vai vir sabendo que o jogo é muito difícil, porque nós estamos perdendo de 1 x 0, mas o América vai se entregar, se tiver que deixar sangue dentro de campo a gente vai deixar, e que quinta-feira a gente construa junto com ele a nossa classificação”, disse Vagner Mancini. Éder também fez questão de chamar os americanos para o jogão. “Tô aqui convocando a torcida pra poder nos ajudar, poder nos apoiar, porque é algo que pode sim mudar a partida em algum momento, com apoio de todos a gente possa conseguir essa classificação’’.




Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page