Socorro a paciente com coronavírus começa no fim de abril no hospital de campanha do Expominas

A primeira das cinco fases da obra do hospital de campanha no Expominas, no bairro Gameleira, região Oeste de Belo Horizonte, foi entregue nesta sexta-feira (3). O espaço montado no tradicional centro de convenções ficará pronto na última semana de abril. Essa é a principal aposta do governo do Estado para reduzir o estrangulamento do sistema de saúde pública da capital.

A unidade terá capacidade para abrigar 768 leitos, sendo 740 destinados a pacientes que estiverem em um quadro mais estável e 28 para a ala chamada de unidade de estabilização.

A estrutura só será usada caso a demanda nos hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS) em BH sejam todos os ocupados. Não haverá, por exemplo, Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no local.

“Aqui não será um hospital de porta aberta, e sim de transição. Os pacientes serão referenciados pelos hospitais da rede pública, que estarão restruturados para atender casos de urgência, e os pacientes que estabilizarem virão para o Expominas para um tratamento de suporte. O objetivo é desafogar a rede pública”, explicou a coronel da Polícia Militar, Gilmara Martins.

Com a unidade pronta, cerca de 900 profissionais estarão envolvidos no atendimento e nas demais áreas operacionais da unidade.

“Essa estrutura está sendo conduzida pelas forças de segurança com parceria da Fiemg (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais) e outros parceiros. É importante para nós que essa estrutura tenha essa vocação (de transição) para que lá na ponta nossa estrutura de saúde tenha condições de receber aquilo que for mais intenso em relação ao Covid-19”, destacou o secretário de Estado adjunto de saúde, Marcelo Cabral.

Cerca de R$ 19 milhões devem ser investidos pelo governo estadual no hospital de campanha do Expominas. “A nossa ideia é que tenhamos parceiros numa razão de estrangulamento financeiro com a crise que estamos vivendo. Os valores já estão à disposição da Secretaria Estadual de Saúde”, ressaltou Cabral.

Fases das obras do hospital de campanha

Primeira fase – instalação modular concluída nesta sexta-feira;

Segunda fase – mobiliário hospitalar, adequação das redes elétrica e hidráulica, equipamento de tecnologia de informação, rede gasométrica, enxoval hospital;

Terceira fase – adequação dos contratos de serviço para limpeza hospitalar, lavanderia, restaurantes e disponibilização dos insumos;

Quarta fase – mensuração dos recursos humanos: convocados de militares do quadro de oficiais de saúde, especialistas, técnicos em enfermagem, enfermeiros. Também acontecerão contratações de funcionários civis através da Polícia Militar;

Quinta fase: entrega do hospital com previsão para a última semana de abril

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square