Contra Unión, Atlético busca primeira vitória na Argentina na história da Copa Sul-Americana

O Atlético nunca venceu na Argentina jogando pela Copa Sul-Americana. Mas, nesta quinta-feira, o time alvinegro poderá mudar a história no duelo contra o Unión Santa Fe, às 21h30 (de Brasília), no estádio 15 de Abril, pela partida de ida da Primeira Fase.

Será a terceira vez que o Atlético enfrenta um clube argentino na Sul-Americana. Nas duas anteriores, o Galo perdeu.

Em 2018, o clube alvinegro foi derrotado por 1 a 0 para o San Lorenzo, pelo jogo de ida da Primeira Fase do torneio. No duelo da volta, no Independência, o Galo mandou a campo uma formação reserva, empatou em 0 a 0 e foi eliminado.

No ano passado, o Galo encontrou pela frente o Colón nas semifinais da competição. Na primeira partida, no estádio Cemitério dos Elefantes, em Santa Fe, mesma cidade que o time jogará nesta quinta-feira, o Atlético perdeu por 2 a 1. Na volta, os mineiros devolveram o placar no tempo normal, mas perderam a vaga na final nos pênaltis.

Será o quinto jogo do Atlético nesta temporada. Sob o comando do técnico venezuelano Rafael Dudamel, o time alvinegro venceu duas (Uberlândia e Tupynambás) e empatou outras duas (Coimbra e Tombense), todas pelo Campeonato Mineiro.

Já o Unión disputará apenas a sua terceira partida em 2020. Na estreia, dia 24 de janeiro, contra o Argentinos Juniors, pela Superliga Argentina, a equipe de Santa Fe venceu por 1 a 0 em casa. No segundo duelo, disputado no último sábado (1º), perdeu por 3 a 1 para o Estudiantes, em La Plata. No confronto, o adversário do Atlético utilizou a formação titular, ao contrário do Galo que mandou a campo os reservas no empate por 1 a 1 com o Tombense, domingo (2), no Independência.

Desempenho atleticano na Argentina em outras competições sul-americanas

Pela Copa Libertadores, o Atlético também possui retrospecto negativo na Argentina, mas chegou a vencer uma vez em solo ‘hermano’, quando goleou o Arsenal de Sarandí por 5 a 2, na vitoriosa campanha do clube em 2013. Nos outros cinco jogos, a equipe perdeu três vezes – River Plate (1978), Boca Juniors (1978) e Newell’s Old Boys (2013) – e empatou dois: Racing (2016) e Godoy Cruz (2017).

Na extinta Copa Conmebol, a equipe alvinegra também soma apenas uma vitória na casa dos argentinos – nos outros dois jogos, ambos contra o Rosario Central, perdeu um (1995) e empatou o outro (1998). Assim como na Libertadores, o único triunfo também foi por goleada. Na final do torneio, em 1997, bateu o Lanús por 4 a 1 e encaminhou o bicampeonato que foi concretizado no Mineirão, no empate por 1 a 1.

Já na também extinta Copa Mercosul, o Atlético atuou duas vezes na Argentina e não perdeu. Em 2000, venceu o San Lorenzo por 4 a 3, no estádio Nuevo Gasómetro, pela fase de grupos. No mesmo ano, empatou com o Boca Juniors por 2 a 2, nas quartas de final, na Bombonera, e eliminou os xeneizes, após ter ganhado por 2 a 0, na ida, no Mineirão.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square