Cruzeiro pagou R$ 2 milhões de luvas a jogador que nem a torcida conhece, diz vice de futebol

Além dos salários atrasados, processos de jogadores na Justiça e da montagem do elenco para a Série B, o Conselho Gestor do Cruzeiro terá que lidar com situações incomuns no futebol. A gestão de Wagner Pires aceitou pagar comissões ‘milionárias’ a empresários de jogadores da categoria de base. A informação é do atual vice-presidente executivo de futebol, Márcio Rodrigues, que concedeu entrevista exclusiva ao repórter Emerson Pancieri, da Itatiaia. Márcio entregará um relatório ao Conselho Gestor nesta segunda-feira (22).

Ouça aqui a entrevista completa!

“A situação do Cruzeiro a gente já sabia, porque a gente é conselheiro e participa. Só que quando fomos analisar os contratos, a gente viu cada contrato que nem amador faria. Contratos de jogadores que a torcida nem conhece e em posições que a gente nem tinha carência. Foram feitos contratos em que pagou até R$ 2 milhões de luvas para um jogador que nunca jogou no Cruzeiro”, disse Rodrigues, sem citar o nome do atleta.

“Contratos da base que o agente recebeu R$ 500 mil em dez pagamentos de R$ 50 mil, porque levou um atleta para o Cruzeiro”, completou o dirigente, que comemora a chegada do Conselho Gestor e coloca o cargo à disposição.

“Acreditamos muito no Conselho Gestor. São grandes empresários e pessoas idôneas. O Cruzeiro está precisando de credibilidade. Com o Conselho Gestor, virá a credibilidade no mercado financeiro e a credibilidade maior que nós precisamos, que é a da torcida. O Cruzeiro, para voltar a ser grande, precisa do apoio da torcida. Nós precisamos aumentar muito o sócio-torcedor”, destacou.

Processos

Sobre os processos na Justiça do Trabalho contra o clube, Márcio diz que já esperava a postura de Thiago Neves, mas mostrou surpresa com a decisão de Fabrício Bruno. Ele acredita em um acordo para o Cruzeiro não perder o zagueiro. “O Conselho Gestor vai ter que conversar e fazer um acordo. É nosso patrimônio desde a base e nós não podemos perder o Fabrício Bruno”.

Márcio Rodrigues assumiu a função de vice de futebol no dia 12 de dezembro e participou, ao lado do diretor de futebol Marcelo Djian, do início do planejamento do clube para a temporada 2020.

Confira outros trechos da entrevista:

Orejuela “Para o Orejuela permancer no Cruzeiro, falando em reais, vamos precisar no mínimo de R$ 10 milhões. Estamos correndo atrás de patrocinadores. Ainda há esperança. Temos mais nove dias para resolver”.

Dodô no Corinthians? "O Dodô a gente está bem adiantado na rescisão dele. Não sabemos para qual clube o Dodô está indo, mas creio que ele já arrumou clube mesmo, porque já estamos praticamente definidos na rescisão dele".

Adilson Batista pediu reforços? "Ele vai aproveitar mais a base. É a vez dos jovens. Na realidade, ele pediu alguns nomes, mas estamos esperando um pouco. Primeiro tem que decidir os que vão sair".

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square