DMTT finaliza sincronização de semáforos inteligentes

Após implantação do sistema e período de observação, dispositivos já operam de forma sincronizada na região central da cidade

A Diretoria Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) e a empresa especializada Serttel iniciaram na primeira quinzena de Novembro a implantação do sistema de semáforos inteligentes em Itaúna. Foram instalados 10 dispositivos controladores de tráfego em diferentes pontos da região central da cidade. Desde então, iniciou-se a coleta de dados e amostragem, com objetivo de criar banco de informações e sistema de inteligência para posterior análise e ajustes necessários. Na última semana, técnicos trabalharam nas adequações e implantação efetiva do novo sistema. Engarrafamentos que ocorreram na fase de adaptação foram corrigidos.

Os levantamentos contribuíram também para a criação da “onda-verde” na Avenida Jove Soares, com adaptação dos ciclos, adequação da velocidade e regulação de defasagens (a velocidade média ideal apurada para a principal via da cidade foi de 40km/h). Ficou comprovado também que os acidentes ocorridos durante o processo de implantação não tiveram relação com as alterações em si. As ocorrências se deram por fator humano e por isso a importância dos motoristas prestarem atenção ao tempo de abertura dos semáforos.

De acordo com o Diretor de Trânsito e Transporte, Audrey Leite, “toda implantação demanda tempo e paciência no período inicial. Estamos mudando a sinalização na região central a na Jove Soares, que registra concentração intensa de veículos e pedestres. A tecnologia veio para ser aplicada e não podemos fugir dela. Sabemos dos impactos causados nos dias de teste, porém os benefícios virão a longo prazo. Manter a velocidade e aproveitar o máximo da onda verde no traslado da via maximizará o fluxo na avenida e consequentemente diminuirá o tempo entre a origem e o destino”, conclui.

Funcionamento

O novo sistema tem capacidade de operação em modo inteligente, analisando informações via base de dados Google, com origem e destino, adaptando o tempo de ciclo dos semáforos de acordo com a demanda do cruzamento onde está instalado. É levado em conta também uma relação proporcional entre o número de habitantes e o de veículos existentes na cidade. A partir desta coleta de dados se trabalha a diminuição do tempo de deslocamento entre os pontos.

Os resultados locais alcançados até o momento são compatíveis a sistemas implantados em Belo Horizonte e São Paulo, por exemplo, e superiores à outras capitais como Salvador e Maceió. Itaúna é a primeira cidade em Minas Gerais a implantar essa tecnologia e a quinta no Brasil, atrás apenas de Rio de Janeiro, São José dos Campos, João Pessoa e Recife.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM