Quarta pior defesa, Cruzeiro terá missão de parar melhor ataque do Brasileirão

Em busca da reabilitação no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro terá um grande desafio no próximo sábado diante do líder Flamengo, no Mineirão. Quarta pior defesa da competição, com 28 gols sofridos, o time celeste enfrentará uma equipe embalada por oito jogos sem perder e dona do melhor ataque: 42.

Após levar sete gols em dois jogos – nas derrotas por 3 a 0 para o Internacional, na Copa do Brasil, e 4 a 1 para o Grêmio, no Brasileirão – o Cruzeiro conseguiu ser mais seguro defensivamente no último jogo, quando perdeu para o Palmeiras por 1 a 0.

Ainda assim, a Raposa precisará ter erro zero contra os rubro-negros se quiser sair de campo com os três pontos. Em seis jogos sob o comando de Rogério Ceni, o time celeste só não sofreu gol nas vitórias sobre Santos (2 a 0) e Vasco (1 a 0). Foram nove bolas na rede em seis jogos, média de 1,5 por partida.

Desde que o português Jorge Jesus assumiu o comando da equipe, o Flamengo disputou 21 partidas e o ataque passou em branco somente em três: Fluminense (0 a 0, pelo Brasileirão), Emelec (2 a 0, pela Libertadores) e Bahia (3 a 0, pelo Brasileirão).

Desde a derrota para o Bahia, o Flamengo emenda oito jogo seguidos na temporada balançando as redes pelo menos uma vez. O trio de ataque – formado por Gabigol, Arrascaeta e Bruno Henrique – marcou mais gols no Brasileirão do que o Cruzeiro. São 31 contra 28 da Raposa.

Para o jogo de sábado, o Cruzeiro deverá contar com um reforço importante na zaga para tentar parar o ataque do Flamengo. Desfalque contra Grêmio e Palmeiras, o zagueiro Dedé mostrou-se recuperado de uma entorse no tornozelo direito, treinou nesta quarta-feira e deve ficar à disposição do técnico Rogério Ceni. Por outro lado, Léo está vetado após fraturar a clavícula no fim do duelo contra o Palmeiras.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square