Cruzeiro cria setor popular e obtém autorização da CBF para reduzir ingresso a R$ 10 no Brasileiro

O Cruzeiro anunciou a criação de um setor popular no Mineirão em todos os jogos do clube como mandante no Campeonato Brasileiro. O local, correspondente ao setor Laranja Inferior do estádio, possui 6.850 lugares e a entrada custará R$ 10, com meia-entrada a R$ 5.

A medida já valerá no primeiro jogo da Raposa em casa pelo Brasileirão, na próxima quarta-feira (1º), quando a equipe recebe o Ceará, às 19h15. A equipe dirigida por Mano Menezes estreia na competição neste sábado, às 21h, contra o Flamengo, no Maracanã.

Serão 4.000 ingressos comercializados nas bilheterias físicas e os demais 2.850 serão colocados à venda para sócios do clube, de acordo com as prioridades, e na venda online através do site, caso restem ingressos.

Para conseguir reduzir o preço mínimo do ingresso nos jogos do Brasileirão, o Cruzeiro enviou um ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) citando o cenário econômico do país para justificar a diminuição do valor. De acordo com o regulamento da competição, o menor preço dos bilhetes deve ser R$ 40. A entidade aceitou o pedido da direção celeste proporcionando a criação do setor popular.

A redução do valor mínimo dos ingressos no Brasileirão foi justificada pelo presidente Wagner Pires de Sá. Segundo o mandatário celeste, nos últimos anos o setor Laranja Inferior ficava fechado em muitos jogos em razão da baixa procura dos torcedores.

“O torcedor é o nosso maior patrimônio. Sem ele, o Cruzeiro não seria gigante como é. Queremos ver o cruzeirense sempre junto do clube, cantando em todos os jogos e fazendo a festa bonita no estádio que só o cruzeirense sabe fazer. Criamos um setor com preços baixos, atendendo a um próprio pedido da torcida, e contamos com a presença da apaixonada Nação Azul em todas as nossas partidas”, destacou o presidente celeste.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square