Cruzeiro também reclama da arbitragem e fala em pressão do Atlético para a decisão

A atuação da arbitragem na partida de ida da final do Campeonato Mineiro continua sendo assunto. Desta vez, a reclamação veio do Cruzeiro. O diretor de futebol do clube, Marcelo Djian, em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira na Toca da Raposa II, revelou que um ofício sobre os lances que a equipe se sentiu prejudicada foi encaminhado à Federação Mineira de Futebol (FMF).

Enquanto Marcelo Djian falava, imagens de um suposto pênalti em Dedé e o gol anulado de Fred eram repetidas ao fundo. “É habitual que, quando acontece algum suposto erro, ocorrem reclamações de uma parte ou de outra. Isso sempre existiu. Hoje ainda mais. Com o uso do VAR, a cobrança está sendo maior ainda e o Cruzeiro sabe que existem erros a favor e contra e que isso deve ser levado em conta”, destaca.

Pressão

Desde o término do clássico, disputado no domingo (14) e vencido por 2 a 1 pelo Cruzeiro, no Mineirão, o Atlético fez duras críticas à arbitragem, alegando ter sido prejudicado pela não marcação de um pênalti em Igor Rabello, no final do primeiro tempo, e pelo segundo gol celeste, que surgiu de um escanteio marcado de maneira indevida.

Marcelo Djian teme que a arbitragem entre pressionada na finalíssima deste sábado. “Estamos indo para uma final em que está sendo dirigida uma pressão que no primeiro jogo o adversário [Atlético] foi prejudicado e nós, Cruzeiro, beneficiados. Não pensamos dessa maneira. Houve erros e acertos para os dois clubes”, destacou.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM