'O América está vivo!', afirma técnico Givanildo Oliveira após derrota para o Cruzeiro

"O América não morreu! Está vivo!". Com estas palavras, após a derrota para o Cruzeiro por 3 a 2, no Independência, o técnico Givanildo Oliveira garante que o Coelho não jogou a toalha e que, apesar da necessidade de ganhar por dois gols de diferença no jogo de volta, no próximo sábado, vai lutar pela vaga na grande final do Campeonato Mineiro. "Temos uma semana até lá. Pelo o que já vivi no futebol, e pretendo viver ainda um pedaço bom, tudo pode acontecer. Será um jogo difícil. O Cruzeiro tem grandes jogadores, mas temos condições de inverter", observa Oliveira, que comemorou neste ano cinco décdas dedicados ao futebol, como jogador e treinador. Para ele, a receita para jogar bem diante do Cruzeiro é bem simples: "não tomar gols bobos como tomou". O técnico não teve meias palavras e afirmou que o América "entregou" o segundo e terceiro gols. "Se não tivêssemos errado, podíamos ter vencido por 2 a 1. Merecíamos, pelo menos, o empate", avaliou. Oliveira lamentou o primeiro ruim do América, em que só chutou uma vez a gol, criou pouco e deu muitos passes errados errados. "No segundo, voltamos melhor, mais marcadores, especialmente na linha do meio-campo, em que tomamos algumas bolas e forçamos o jogo, quase chegando ao empate", analisou. O jogo de volta acontecerá neste sábado (6), no Mineirão.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square