Mutirão da Limpeza chega aos bairros São Judas Tadeu e Universitário na próxima segunda-feira

Equipes da Saúde preparam Dia D, com várias ações em todas as regiões de Itaúna, na terça, 12 de março

A população do São Judas Tadeu e Universitário deve ficar atenta ao Mutirão da Limpeza, marcado para 11 e 12 de março, segunda e terça-feira. A ação faz parte das estratégias desenvolvidas pela Prefeitura de Itaúna para o combate aos focos do Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika vírus, Chikungunya e Febre Amarela, em área urbana.

O trabalho será executado pela equipe de Vigilância Ambiental, em parceria com profissionais da unidade de Estratégia de Saúde da Família – ESF – do Bairro das Graças. Os moradores das duas localidades previstas no cronograma da próxima semana podem deixar materiais inservíveis, como garrafas, pneus, potes e vasilhas de plástico, entre outros recipientes que servem como criadouros, em sacos, nas calçadas, para a coleta.

O Mutirão de Limpeza, que já passou pelo Garcias, Aeroporto, Cidade Nova, Três Marias, Murilo Gonçalves, Recanto das Peixotas, Godofredo Gonçalves, Itaunense, Parque Jardim, Residencial Santanense, Vale das Aroeiras, Graças, Belvedere, Cerqueira Lima e Piedade. Antes do Carnaval, foram reforçadas as ações nos pontos de concentração dos foliões, caso das praças da Lagoinha e Estação, além da avenida Jove Soares.

Reforço na conscientização

Na terça-feira, 12 de março, será promovida uma grande mobilização em todas as regiões de Itaúna, com o Dia D da Luta Contra o Aedes aegypti. A iniciativa visa intensificar, em parceria da Vigilância em Saúde com a Atenção Primária, a conscientização sobre as medidas necessárias no cotidiano para a eliminação dos focos do mosquito, transmissor da Dengue, Zika vírus, Chikungunya e Febre Amarela, em área urbana.

Os Agentes de Combate a Endemias – ACE – receberam capacitação de 26 a 28 de fevereiro e estarão todos envolvidos nesse trabalho. Os profissionais das unidades de Estratégia de Saúde da Família – ESF – desenvolverão junto às comunidades diversas atividades, como blitzen educativa, apresentações teatrais, palestras em escolas, entre outras.

“É uma união de esforços e dependemos da colaboração de todos no enfrentamento ao Aedes aegypti, que causa várias doenças. Estamos em alerta para evitar a disseminação das enfermidades transmitidas pelo inseto e a prevenção é a maneira mais eficaz. Municípios da região já notificaram situação de epidemia ou surto.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square