Itaúna é o primeiro município de Minas Gerais a receber o governador Romeu Zema

Prefeito Neider Moreira apresenta demandas da cidade ao chefe do Executivo estadual e ao vice, Paulo Brant, durante visita oficial à Apac

O governador Romeu Zema passou a manhã desta quinta-feira, 10 de janeiro, em Itaúna. Acompanhado do vice, Paulo Brant, do presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG, Nelson Missias de Morais, e da desembargadora Márcia Milanez, o novo chefe do Executivo estadual conheceu a unidade local da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – Apac, cujo modelo é considerado referência internacional na humanização do cumprimento de penas.

Itaúna foi a primeira cidade mineira incluída na agenda oficial de Zema e Brant, empossados há dez dias. O prefeito Neider Moreira recebeu a comitiva e aproveitou a ocasião para “estreitar laços” e apresentar as principais demandas do município. O vereador Alexandre Campos, que assumiu a presidência da Câmara Municipal para o biênio 2019/2020, e o secretário de Planejamento e Governo da Prefeitura, Alisson Diego Batista Moraes, participaram do encontro.

Desenvolvimento econômico em pauta

Neider entregou ao governador ofício com solicitação de pagamento dos recursos previstos em convênio celebrado entre a Prefeitura e o Estado visando a duplicação da ponte sobre o rio São João, no Distrito Industrial. A obra é fundamental para garantia do escoamento da produção das empresas já em funcionamento naquela localidade, com eficiência e segurança. E, além disso, um atrativo para implantação de mais negócios e, consequentemente, geração de emprego e renda.

Um dos assuntos mais discutidos ao longo de 2018, devido aos reflexos nos cofres públicos, a Lei Complementar 87, de 13 de setembro de 1996, mais conhecida como “Lei Kandir”, esteve em pauta entre os gestores. Essa legislação isentou do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS – os produtos primários e industrializados semielaborados. E foi alvo de muitos debates promovidos pelo movimento municipalista, no ano passado, em meio à grave crise financeira vivenciada em Minas Gerais.

O governador também abordou a questão dos repasses constitucionais retidos pela gestão anterior e reafirmou o compromisso de regularizar a situação. A dívida do Estado cm Itaúna chega hoje a R$ 25 milhões. Zema elogiou a estrutura da unidade da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – Apac, onde almoçou, ao lado de vários convidados, inclusive o prefeito Neider Moreira. O chefe do Executivo estadual ainda declarou que ficou impressionado com a limpeza da cidade.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square