ANP quer saber porque preço da gasolina cai R$ 0,51, mas redução nas bombas é de R$ 0,10

As principais distribuidoras de combustíveis do Brasil têm 15 dias para esclarecer à Agência Nacional do Petróleo (ANP) porque a redução no preço da gasolina não chega ao consumidor final. Desde setembro, queda do preço nas refinarias supera 30%.Contudo, a redução vai desaparecendo no caminho até as bombas. O prazo passou a contar nessa quarta-feira (28). A ANP apurou que o preço da gasolina nos postos nesse período caiu somente 2%.

“Embora o preço da gasolina tenha caído cerca de R$ 0,51 nos dois últimos meses, só cerca de R$0,26 foram repassados pelas distribuidoras. O consumidor final, por sua vez, somente constatou uma redução da ordem de R$ 0,10 nos preços praticados na bomba”, diz nota da ANP.

Segundo a Petrobras, o preço da gasolina na refinaria custa um terço do valor cobrado nas bombas. Das refinarias, o combustível segue para as distribuidoras, que acrescentam etanol, frete, lucro e impostos. Depois repassam para os postos, que adicionam ao valor o lucro e vende para o consumidor final.

Ao contrário do que ocorre nas refinarias, os preços cobrados pelas distribuidoras e pelos postos são livres. Desde que o governo Temer adotou a política de reajuste com base no mercado internacional, a margem de lucro dos postos com a venda de gasolina saltou 36,1%, calcula a ANP. A cada litro de gasolina vendido o posto fica com R$ 0,58.

Gás

Matéria veiculada no Jornal da Itatiaia nessa quarta-feira mostrou que as reduções no preço do gás também não chega ao consumidor final. Nesta semana, a Petrobras anunciou queda de 9,2% no preço do gás GPL (segmentos industrial e comercial). Porém, o presidente da Associação Brasileira dos Revenderes de Gás, Alexandre Borjailli, garantiu que o valor não será percebido pelos consumidores.

“É uma redução de preço que nós não temos expectativa nenhuma de diminuição, assim como já aconteceu no botijão residencial. Desde o início do ano foram várias reduções da Petrobras, mas o consumidor (nem o setor de revenda) não viu 1 centavo de desconto”, diz.

Borjailli denuncia que antes mesmo de a Petrobras anunciar algum aumento, a informação vaza e as distribuidoras já repassam o reajuste para as revendas.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square