Emprestado a clube árabe, Otero pode reforçar caixa do Atlético no fim da temporada

Com salários atrasados, o Atlético pode ganhar um ‘respiro’ no caixa neste fim de temporada. O Al Wehda, da Arábia Saudita, tem até o fim deste mês para avisar ao clube alvinegro se vai exercer o direito de compra do meia Rómulo Otero, que foi emprestado no meio do ano. Caso a transação seja confirmada, o pagamento deverá ser feito até o fim de dezembro. As informações foram reveladas pelo repórter da Itatiaia, Claudio Rezende, no programa Turma do Bate-Bola desta terça-feira.

Os valores da transação ao Al Wehda não foram revelados. Mas, nos bastidores, comenta-se que o Atlético já recebeu 5 milhões de euros (R$ 21,4 milhões) pelo empréstimo de um ano de Otero, que seguiu para o Al Wehda em maio. Se quiser ficar com o venezuelano, por contrato, o time árabe terá que desembolsar mais 5 milhões de euros até dezembro para comprar 100% dos direitos econômicos do meia.

Assim, o Galo receberia 2,5 milhões de euros (R$ 10,7 milhões), já que possui 50% do ‘passe’ do meia. A outra metade pertence ao Huachipato, do Chile. O valor ajudaria o fim de ano do Atlético, que deve quase dois meses de salários aos jogadores.

Antes de ser emprestado ao Al Wehda, Otero ampliou o contrato com o Atlético por mais uma temporada. O vínculo, que terminaria em junho de 2020, foi estendido até junho de 2021. O venezuelano chegou ao Galo em 2016 por empréstimo junto ao Huachipato. Um ano depois, o clube alvinegro exerceu o direito de compra e adquiriu 50% do jogador em abril de 2017 ficando em definitivo com o meia.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM