Com gols de contra-ataque, Ceará bate Cruzeiro e estraga festa dos 800 jogos de Fábio

A festa era para o goleiro Fábio, homenageado antes da partida pelos 800 jogos completados com a camisa do Cruzeiro na vitória sobre a Chapecoense, no último domingo. No entanto, em duas jogadas de contra-ataque na etapa final, o Ceará estragou a comemoração da Raposa e venceu por 2 a 0, nesta quarta-feira, no Mineirão, em jogo atrasado da 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Arthur foi o nome do jogo ao marcar os dois gols da vitória dos cearenses no Gigante da Pampulha. O atacante, que pertence ao Palmeiras, acabou ‘colocando água no chopp’ do Cruzeiro, que organizou uma grande festa para comemorar a marca histórica de Fábio com a camisa estrelada.

Em ação promovida pelo clube celeste, mais de 18 mil mulheres e crianças entraram de graça no Mineirão para assistir ao confronto. Antes da partida, Fábio desfilou em uma passarela improvisada passando por todos os troféus conquistados por ele na Raposa, como as duas taças do Brasileirão (2013 e 2014) e as três da Copa do Brasil (2000, 2017 e 2018), antes de receber a camisa com o número 800.

Com a derrota, o Cruzeiro perdeu a chance de subir para o oitavo lugar na tabela e se manteve na 10ª colocação, com 40 pontos. Já o Ceará segue firme na luta contra o rebaixamento e deixou o Z4. O Vovô pulou para a 14ª posição, com 34 pontos.

Na próxima rodada, o Cruzeiro segue em Belo Horizonte. No sábado, às 21h, a equipe celeste enfrenta o lanterna Paraná, no Mineirão. Já o Ceará recebe o Atlético, no Castelão, na segunda-feira, às 20h.

O jogo

Devido ao desgaste provocado pela sequência de partidas, o técnico Mano Menezes poupou Dedé e Arrascaeta do confronto. Ambos sequer foram relacionados para o banco de reservas e foram substituídos por Manoel e Rafinha, respectivamente. Outra ausência foi o atacante Fred. No entanto, o camisa 9 não preocupa, pois ficou de fora apenas para aprimorar a parte física.

Debaixo de chuva no Mineirão e empurrado pela torcida, o Cruzeiro se lançou para cima do Ceará e quase abriu o placar no início do jogo. Thiago Neves começou a jogada no meio-campo com um lindo drible no marcador. O camisa 30 avançou e tocou para Robinho, que cruzou na área para Rafinha. O meia celeste bateu de primeira, mas o goleiro Everson fez grande defesa.

A equipe cearense não se intimidava com a pressão celeste e deu a resposta pouco depois. Arthur aproveitou o vacilo da zaga da Raposa, dominou na intermediária de ataque, passou por Léo e Egídio antes de mandar uma bomba de fora da área que passou raspando a trave.

Na sequência, outra lambança da defesa celeste. Fábio bateu o tiro de meta rasteiro para Léo, que devolveu o passe para o goleiro. Arthur pressionou a saída do camisa 1, que chutou, a bola explodiu no jogador do Ceará e bateu na trave.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o Cruzeiro seguiu pressionando em busca do primeiro gol e criou oportunidades, mas não conseguiu acertar a meta de Everson.

No segundo tempo, a equipe celeste manteve o ritmo, mas não traduziu as chances em gol e acabou castigado.

Aos 17 minutos, o Ceará puxou rápido contra-ataque. Leandro Carvalho bateu forte no canto e Fábio fez grande defesa. Mas, no rebote, Arthur completou para as redes colocando os visitantes na frente no placar.

O gol não fez o Cruzeiro desanimar. Raniel entrou na partida e, logo no primeiro lance, cabeceou para fora. Barcos também tentou, mas testou nas mãos do goleiro.

Em mais um contragolpe, o Ceará chegou ao segundo gol. David errou passe no ataque do Cruzeiro, Richardson recuperou a bola e lançou Arthur, que saiu cara a cara com Fábio e bateu no canto estragando a festa promovida para o camisa 1 celeste no Mineirão.

Cruzeiro 0 x 2 Ceará

Cruzeiro: Fábio; Edílson, Léo, Manoel e Egídio; Ariel Cabral (Raniel), Henrique, Robinho, Thiago Neves (David) e Rafinha (Lucas Silva); Barcos. Técnico: Mano Menezes

Ceará: Everson; Fabinho, Luiz Otávio, Tiago Alves e João Lucas; Ricardinho (Pedro Ken), Juninho Quixadá, Richardson e Calyson (Felipe Azevedo); Leandro Carvalho (Valdo) e Arthur. Técnico: Lisca

Motivo: 28ª rodada do Campeonato Brasileiro Data: 24 de outubro de 2018, quarta-feira, às 19h30 Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Arthur (17’/2º, 35’/2º)

Cartão Amarelo: Thiago Neves (Cruzeiro); Ricardinho, Arthur, Everson (Ceará)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP) Auxiliares: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP) Adicionais: Márcio Henrique de Gois (SP) e José Cláudio Rocha Filho (SP)

Público: 30.814 presentes / 12.058 pagantes Renda: R$ 204.315,00

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square