‘Marca maravilhosa com essa camisa vencedora’, diz Fábio após 800º jogo pelo Cruzeiro

Titular absoluto da meta do Cruzeiro desde 2005, o goleiro Fábio atingiu uma marca histórica pelo clube neste domingo. No duelo em que a Raposa venceu a Chapecoense por 3 a 0, no Independência, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, e recebeu as faixas pelo hexa da Copa do Brasil, o arqueiro completou 800 jogos com a camisa celeste.

Jogador que mais atuou na história do clube, Fábio comemorou o recorde e agradeceu aos companheiros pela vitória. “Agradeço a oportunidade por entrar em campo, agradeço a Deus que me capacitou e me livrou de todas as lesões para que eu pudesse completar essa marca maravilhosa com essa camisa vencedora. Hoje consegui mostrar meu trabalho e ajudar meus companheiros. Todo mundo está de parabéns, todos fizeram um jogo muito concentrado, respeitando a Chapecoense e buscando resultado a todo o momento. Precisávamos vencer na competição e nada melhor do que como sair com os três pontos”, declarou o goleiro que fez importantes defesas que impediram que o Cruzeiro sofresse gol.

Com o título da Copa do Brasil, Fábio conquistou seu 11º troféu pelo clube celeste. São dois Brasileiros (2013 e 2014), três Copas do Brasil (2000, 2017, 2018) e seis Campeonatos Mineiros (2006, 2008, 2009, 2011, 2014 e 2018).

Se o número de jogos já é imenso para um jogador que atua no Brasil, a marca poderia ser ainda maior se Fábio não tivesse se machucado em agosto de 2016, quando rompeu o ligamento do joelho direito e ficou oito meses afastado dos gramados.

Atingir a marca de 1.000 jogos poderia ser um dos objetivos de Fábio no Cruzeiro. Mas o goleiro de 38 anos, que tem contrato com a Raposa até dezembro da próxima temporada, não foca na milésima partida pelo clube e fala somente em trabalhar para aprender mais.

“Estou muito feliz no Cruzeiro, tenho o reconhecimento dos torcedores, dos meus companheiros, do treinador, do Robertinho (preparador de goleiros) que trabalha diariamente comigo. Esse reconhecimento fortalece para trabalhar mais e aprender mais. Em 2018, pude aprender muito mais do que no ano passado, estou me sentindo muito melhor. Então, é manter o foco e os pés no chão sempre”, finalizou.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square