Prefeitura e Hospital firmam acordo para otimização dos atendimentos no Pronto Socorro

Proposta é agilizar assistência aos casos de urgência e emergência, a partir de alternativas para encaminhamento direto dos pacientes com quadros menos graves às unidades básicas

O governo de Itaúna e a diretoria da Casa de Caridade Manoel Gonçalves de Sousa Moreira reuniram a imprensa nesta quarta-feira, 03 de outubro, para apresentar plano criado com o objetivo de melhorar o fluxo de atendimentos no Plantão 24 Horas. Durante a reunião, foi assinado o acordo que prevê essa otimização, a partir de algumas mudanças no sentido de conscientização e encaminhamentos dos pacientes com quadros menos graves a uma das 22 unidades mantidas pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Atenção Primária, em todas as regiões, ou ao Posto Central.

A proposta segue o Protocolo de Manchester, implantado no Pronto Socorro local entre 2011 e 2012, com a classificação dos pacientes de acordo com o estado em que dão entrada na rede de urgência e emergência, orientando a fila de espera pelas consultas. A proposta elaborada pela Prefeitura e Hospital, responsável pelo serviço, por meio de contrato com o Município, desde 2017, visa agilizar a assistência aos casos mais urgentes, identificados pelas cores vermelha, laranja e amarelo.

Os codificados com verde, azul e branco receberão orientações e, caso aceitem, já poderão sair do local com o procedimento marcado na Estratégia de Saúde da Família – ESF, próxima da residência. Haverá ampliação do número de consultas, para garantia do atendimento aos pacientes oriundos do Plantão 24 Horas, após contato telefônico e emissão de guia. As vagas remanescentes no Posto Central ficarão disponíveis para quem mora fora da área de abrangência da ESF ou caso o médico da unidade de referência da pessoa não esteja atendendo no dia.

O secretário de Saúde, Fernando Meira de Faria, ressaltou a importância da medida adotada junto à Casa de Caridade, para assegurar aqualidade do serviço prestado à população. “Existe uma superlotação no Pronto Socorro, não é exclusividade de Itaúna, vemos isso em toda a região. Para minimizar esse problema, foi feito um amplo estudo, que deu origem a esse termo de referência. As ações executadas desde 2017 promoveram significativas melhorias. Porém, existem dificuldades em relação à demanda, devido aos casos que não são de urgência e emergência, que chegam à unidade. Estamos trabalhando juntos para solucionar essa questão e desafogar o Plantão. E, aproveitamos para esclarecer que não será negada assistência a ninguém, a providência que tomamos não significa isso, em nenhuma hipótese”, frisou.

A provedora do Hospital, Marilda Chaves, falou dos bons resultados da parceria estabelecida entre a Prefeitura e a instituição. “Temos um excelente respaldo da atual administração. A população pode estar certa de que nunca houve uma preocupação tão grande com a Saúde. No entanto, precisamos reorganizar o fluxo de atendimentos, pois, caso contrário, não conseguiremos atender à demanda. E estamos fazendo isso em conjunto, numa atuação pelo bem-estar da comunidade”, comentou.

Aumento da demanda

O Plantão 24 Horas funciona nas dependências do Hospital Manoel Gonçalves, sob a responsabilidade da Prefeitura, que, em 2017, terceirizou a gestão da unidade, por meio de contrato com a Casa de Caridade, visando melhorias no atendimento. A mudança teve reflexos muito positivos em relação à qualidade da assistência aos usuários. Ao mesmo tempo, o número de procedimentos oferecidos na unidade aumentou significativamente. São mais de cinco mil pessoas atendidas mensalmente e em alguns períodos, como em março e maio de 2018, foram contabilizados mais de 6,1 mil. O último balanço aponta que, em agosto passado, o serviço recebeu 5.611 pacientes.

Protocolo de Manchester

* Vermelho: emergências, o paciente não pode esperar nenhum minuto;

* Laranja: o atendimento é muito urgente, a espera não pode ultrapassar 10 minutos;

* Amarelo: urgente, mas o paciente pode aguardar até 60 minutos;

* Verde: pouco urgente, pode aguardar até 120 minutos ou ser encaminhado para outros serviços de saúde;

* Azul: não há urgência, pode esperar até 240 minutos ou será encaminhado a outros serviços de saúde;

* Branco: retornos e curativos.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM