Mano Menezes é maior exemplo de comando mais longo no Brasileirão

No Brasil, a cultura do futebol nos ensina que um treinador, a depender de seus resultados, pode ser demitido antes mesmo de os jogadores começarem a se habituar com sua filosofia de trabalho. Não são raros os casos de técnicos que perdem o emprego após poucas semanas. Na Toca da Raposa II, porém, Mano Menezes contraria essa realidade. Em julho, ele completa dois anos no comando da equipe cinco estrelas. E com o pedido de demissão de Enderson Moreira, que deixou o América para comandar o Bahia, ele se tornou o treinador que há mais tempo dirige um clube da Série A do país. Com 154 jogos, Mano soma em seu currículo as conquistas da Copa do Brasil de 2017 e do estadual deste ano e já está na história do clube. Ele ocupa a 10ª colocação entre os técnicos que mais comandaram a equipe celeste. São 79 vitórias, 44 empates e 31 derrotas. “É motivo de orgulho para um treinador fazer tantos jogos à frente de uma equipe. Para mim, dirigir o Cruzeiro é algo realmente muito especial”, disse Mano ás vésperas de completar seu jogo de número 150, no fim de maio, diante do Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro. Após a parada para a Copa do Mundo, Mano Menezes terá a missão de conduzir o Cruzeiro aos títulos que a torcida tanto espera. No Campeonato Brasileiro, o time ocupa a oitava colocação. Na Copa Libertadores, o clube celeste terá de esperar agosto para jogar os confrontos contra o Flamengo, pelas oitavas de final da competição. As partidas estão marcadas para os dias 8 e 29, no Maracanã e no Mineirão, respectivamente. A situação mais confortável, teoricamente, é na Copa do Brasil. Como venceu o Atlético-PR no confronto de ida, por 2 a 1, a Raposa pode até empatar diante de sua torcida para conseguir a classificação. A expectativa da torcida celeste é que o time consiga avançar nas competições e, com os títulos, Mano prolongue por muito tempo sua permanência na Toca da Raposa. Desafio. Estimado em cerca de R$ 220 milhões, o elenco cruzeirense é o quinto mais valioso da Série A. Entretanto, no futebol, nem sempre investimento é sinônimo de títulos. Até o momento, o time celeste conquistou o estadual, mas a torcida está de olho no Campeonato Brasileiro, na Copa Libertadores e na Copa do Brasil. Segundo o goleiro Fábio, ao mesmo tempo que as conquistas dependem de um time qualificado, é preciso planejamento para evitar escorregões ao longo da temporada. “Já vivenciamos situações de muito investimento e pouca produção em termos de conquistas. As coisas têm que andar jogo a jogo dentro da temporada”, afirma o ídolo.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM