Goleada sobre La U é a maior do Cruzeiro com Mano; vitória é a mais elástica desde 2011

A goleada sobre a Universidad de Chile, nesta quinta-feira, no Mineirão, ‘ressuscitou’ o Cruzeiro e trouxe de volta o time à briga por uma vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores. A vitória por 7 a 0 se tornou histórica tanto para o confronto quanto para o Mano Menezes, que viu a equipe conquistar o placar mais dilatado sob o seu comando.

Nas duas passagens de Mano pelo Cruzeiro, a maior goleada havia sido na vitória por 6 a 0 sobre o São Francisco-PA, na campanha do penta da Copa do Brasil do ano passado.

“A atuação do time foi muito boa. Começamos o jogo querendo a bola e querendo ganhar. Libertadores é assim, quando se tem a oportunidade de matar o jogo tem que matar. Pode ser importante a diferença de gols”, afirmou o meia Arrascaeta, que deixou sua marca na goleada desta quinta-feira.

A última vez que o Cruzeiro marcou sete gols em uma mesma partida foi na goleada por 7 a 0 sobre o Democrata-GV, no dia 11 de março de 2011, pelo Campeonato Mineiro. Pouco mais de um mês depois, em 23 de abril, a Raposa fez mais do que sete ao aplicar 8 a 1 no América de Teófilo Otoni, também no Estadual.

Os 7 a 0 sobre La U igualaram a maior goleada já aplicada pelo Cruzeiro na história da Libertadores. Em 2010, a equipe celeste construiu o mesmo placar sobre o Real Potosí, da Bolívia, pela fase preliminar da competição.

“A gente tinha que vencer em casa e hoje fizemos um belo jogo e construímos um grande resultado. Agradecer ao torcedor que veio ao estádio, aos que acreditavam. Os que não acreditavam, obrigado por não terem vindo”, cutucou o goleiro Fábio, visivelmente incomodado com as cobranças e críticas de parte da torcida nos últimos dias pelos maus resultados recentes.

Com a goleada, o Cruzeiro ultrapassou a La U na classificação do Grupo 5 da Libertadores e subiu para o segundo lugar, com cinco pontos ganhos, entrando na zona de classificação às oitavas. Já os chilenos caíram para a terceira colocação, também com cinco, mas com saldo de gols pior: cinco positivos contra seis negativos.

Na próxima quarta-feira, às 21h45, o Cruzeiro vai até o Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco, pela penúltima rodada do Grupo 5. Já a Universidad de Chile visita o Racing, na Argentina, na quinta, às 19h15.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM