Policial militar é detido suspeito de facilitar ação de criminosos que roubaram joalheria em Divinóp

Um Policial Militar foi preso nesta terça-feira (24) em Divinópolis, suspeito de facilitar a ação de criminosos durante roubo a uma joalheria no centro da cidade na segunda-feira (23). A informação foi confirmada pelo 23° Batalhão da Polícia Militar (PM). Uma sindicância será realizada para apurar os fatos.

Por meio de nota, a assessoria de comunicação do batalhão informou que o militar é 3ª sargento e teria repassado informações pelo aplicativo WhatsApp sobre a localização de viaturas policiais nas proximidades da joalheria assaltada para facilitar a ação dos criminosos.

Ainda de acordo com a PM, a situação foi descoberta com base nas conversas registradas no celular do policial que foi preso na casa dele. O telefone celular utilizado por ele para passar as informações foi apreendido.

O sargento foi conduzido à delegacia de Polícia Civil, e ouvido pelo delegado de plantão. Por se tratar de um militar em exercício, ele está detido na sede do 7º Região da Polícia Militar.

A PM, informou que vai instaurar, com base no Código de Ética e Disciplina Militar, uma Sindicância administrativa para apuração dos fatos e adoção das medidas cabíveis.

O roubo

A polícia recebeu informações de que uma joalheria na Avenida Antônio Olímpio de Morais, na região central da cidade, estava sendo roubada na segunda-feira. Durante deslocamento, os militares se depararam com o rapaz que foi abordado.

Com ele foram encontrados cerca de 200 itens, como colares, pulseiras e anéis. Segundo a polícia o material é o mesmo que foi roubado da loja. O rapaz foi detido e conduzido à delegacia

Posts Em Destaque
Posts Recentes