Em noite apagada, Atlético perde para San Lorenzo e sai em desvantagem na Sul-Americana

O Atlético estreou com o pé esquerdo na Copa Sul-Americana. Em jogo fraco tecnicamente, a equipe alvinegra não se encontrou em campo, jogou mal e perdeu por 1 a 0 para o time misto do San Lorenzo, nesta quarta-feira, no estádio Nuevo Gasómetro, na Argentina, pela partida de ida da Primeira Fase do torneio.

Gudiño foi o autor do gol da vitória do San Lorenzo, em lance polêmico aos 38 minutos do primeiro tempo. Após chute de Castro, a bola sofreu um leve desvio em Blandi e obrigou Victor a fazer grande defesa espalmando para o lado. No rebote, Gudinõ empurrou para as redes. No momento da primeira finalização, o jogador argentino estava um pouco adiantado, mas, no desvio, ele parecia estar na mesma linha. A arbitragem interpretou o lance como legal. Ouça o gol na narração de Mário Henrique.

Com o resultado, o Atlético precisará vencer por dois gols de diferença no jogo de volta, marcado para o dia 8 de maio, no Independência, para avançar à segunda fase do torneio. Na Sul-Americana, o gol fora de casa é critério de desempate. Assim, se o San Lorenzo balançar as redes, o Galo será obrigado a fazer três. Vitória alvinegra por 1 a 0 leva a decisão da vaga para os pênaltis.

Agora, o Atlético volta as atenções para a estreia no Campeonato Brasileiro. No domingo, às 16h, a equipe alvinegra vai até o Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco, em São Januário.

O jogo

O Atlético teve maior domínio no primeiro tempo, mas não soube criar lances de perigo. Logo no primeiro minuto, Cazares aproveitou o erro na saída de bola do San Lorenzo, tentou o chute de fora da área, mas mandou para fora. Pouco depois, Otero cobrou falta na barreira e, no rebote, Bremer arriscou de longe para boa defesa de Navarro.

Acomodada com a falta de agressividade do adversário, a equipe alvinegra não se lançou ao ataque e preferia trocar passes na intermediária ofensiva.

Aos 25 minutos, a bola chegaria até Otero na área, mas a bola foi cortada pelo zagueiro do San Lorenzo e quase enganou o goleiro Navarro, que caiu no canto para salvar os argentinos.

O San Lorenzo, que pouco tinha ameaçado a meta de Victor até então, abriu o placar aos 38 minutos. Após chute de Castro, a bola sofreu um leve desvio em Blandi e obrigou o camisa 1 do Atlético a fazer grande defesa espalmando para o lado. No rebote, Gudinõ empurrou para as redes. No momento da primeira finalização, o jogador argentino estava um pouco adiantado, mas, no desvio, ele parecia estar na mesma linha. A arbitragem interpretou o lance como legal e validou o gol.

Na sequência, o Atlético tentou responder em um chute de fora da área de Cazares que passou muito perto do gol de Navarro.

No início da etapa final, o Atlético uma boa chance para empatar. Otero recebeu na área e chutou para fora. O venezuelano tinha Ricardo Oliveira e Fábio Santos para tocar, mas preferiu a finalização.

Pouco depois foi a vez do San Lorenzo desperdiçar a oportunidade de ampliar o placar. Após bate-rebate, a bola sobrou para Blandi na pequena área, mas o atacante não soube fazer o domínio.

O Atlético estava mal em campo. Aceitando o resultado adverso, o time alvinegro não conseguia criar jogadas ofensivas e muito menos ficar com a bola. O San Lorenzo aproveitava-se da fragilidade do Galo e chegou várias vezes no gol de Victor, mas não teve competência para marcar o segundo.

San Lorenzo 1 x 0 Atlético

San Lorenzo: Navarro; Díaz, Gonzalo Rodríguez, Senesi, Rojas; Gudiño, Mercier, Piris da Motta e Castro; Botta (Cavallaro) e Blandi (Reniero). Técnico: Claudio Biaggio

Atlético: Victor; Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson (Gustavo Blanco), Elias, Otero (Erik), Cazares e Luan (Tomás Andrade); Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

Motivo: jogo de ida – Primeira Fase da Copa Sul-Americana Data: 11 de abril de 2018, quarta-feira, às 19h15 (de Brasília) Local: Estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires (Argentina)

Gol: Gudiño (38’/1º)

Cartão Amarelo: Piris da Motta (San Lorenzo); Gustavo Blanco, Bremer (Atlético)

Árbitro: Leodan Gonzalez (URU) Auxiliares: Richard Trinidad (URU) e Gabriel Popovits (URU)

Posts Em Destaque
Posts Recentes