Após decepção no Mineiro, Atlético 'vira chave' para estreia na Sul-Americana contra San Lor

Depois da derrota no clássico contra o Cruzeiro na final do Campeonato Mineiro, o Atlético tenta esquecer a decepção do último domingo e volta as atenções para a estreia na Copa Sul-Americana, competição que não disputa há sete anos. Nesta quarta-feira, às 19h15 (horário de Brasília), o Galo irá enfrentar o San Lorenzo, no estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, na Argentina, pelo jogo de ida da primeira fase do torneio.

Após marcar presença na Libertadores nos últimos cinco anos, o Atlético volta à Sul-Americana para a sua sétima participação. O melhor desempenho alvinegro na competição aconteceu em 2010, quando o time foi eliminado nas quartas de final pelo Palmeiras. Nos outros anos, o Galo não passou da segunda fase: caiu na fase preliminar em 2003 e 2004, eliminado na primeira fase em 2008 e 2009 e queda na segunda fase em 2011.

Além da Copa do Brasil, a Sul-Americana será outro caminho para o Atlético tentar voltar a Libertadores, já que o campeão tem vaga garantida no torneio em 2019.

O Atlético vai para o duelo desta quarta-feira pensando em trazer um bom resultado para o jogo de volta, marcado para o dia 8 de maio, no Independência. Na Sul-Americana, o gol fora de casa é critério de desempate para avançar no torneio.

Para a segunda fase, que acontecerá após a Copa do Mundo, haverá um novo sorteio para definir os confrontos, já que outros dez times se juntarão aos 22 classificados. Dois estão definidos: Jorge Wilstermann-BOL e Banfield-ARG, que vieram dos ‘playoffs’ da Libertadores. Os outros oito clubes sairão da fase de grupos do principal torneio continental (equipes que ficarem em terceiro lugar nas chaves).

“É um novo objetivo que se inicia. A gente sabe a dificuldade que é disputar esse tipo de competição, no modelo que ela é disputada, com mata-mata em todas as fases. Então, todo jogo é decisivo. Mas é interessante, todo jogador gosta de disputar esse tipo de competição, com esse tipo de regulamento”, comentou o goleiro Victor.

“Será um jogo difícil, até porque é uma competição importante, e um duelo entre duas grandes equipes, que já conquistaram títulos continentais. Então, será um jogo pegado, equilibrado e bem disputado, mas espero que a gente consiga fazer um grande jogo, dentro da proposta que o time vem tendo, e consiga jogar nosso melhor futebol”, completou.

Se o Atlético vem de derrota na final do Mineiro, o San Lorenzo também chega no duelo desta quarta-feira com a 'cabeça cheia'. No último fim de semana, o time foi goleado em casa por 5 a 0 pelo Godoy Cruz pelo Campeonato Argentino, desperdiçou a chance de encostar no líder Boca Juniors, que está oito pontos à frente, e ainda caiu para a terceira colocação na tabela.

Pelo fato de lutar pelas primeiras posições no campeonato nacional com o objetivo de se classificar para a Libertadores do ano que vem, o San Lorenzo deverá enfrentar o Atlético com uma formação quase reserva. De acordo com informações da imprensa argentina, somente o goleiro Nicolás Navarro e o artilheiro do time, Nicolás Blandi, devem começar a partida. Há a possibilidade de o meio-campista Nahuel Bairros ser mantido na equipe.

No Atlético, o técnico Thiago Larghi vai mandar a campo o que tem de melhor. Há apenas um desfalque. O zagueiro Leonardo Silva sofreu uma pequena lesão na coxa direita e foi vetado para a partida. Assim, Bremer deve ser o escolhido para entrar na zaga ao lado de Gabriel. O jovem defensor treinou como titular nesta terça-feira, no estádio El Cilindro, do Racing, na última atividade antes da partida. Outra opção é Felipe Santana.

Na história dos confrontos entre as equipes, o Atlético mantém 100% de aproveitamento contra o San Lorenzo. Em três jogos, foram três vitórias alvinegras. Em 17 de agosto de 1969, o Galo venceu o time do papa Francisco por 2 a 1 em amistoso disputado no Mineirão. Os outros dois duelos foram válidos pela Copa Mercosul de 2000. No jogo de ida, no estádio Nuevo Gasómetro, o Alvinegro venceu por 4 a 3. Na volta, novo triunfo atleticano, desta vez pelo placar de 3 a 2.

San Lorenzo x Atlético

San Lorenzo: Navarro; Díaz, Gonzalo Rodríguez, Senesi, Rojas; Gudiño, Mercier, Quignon (Barrios) e Castro; Botta e Blandi. Técnico: Claudio Biaggio

Atlético: Victor; Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias, Otero, Cazares e Luan; Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

Motivo: jogo de ida – Primeira Fase da Copa Sul-Americana Data: 11 de abril de 2018, quarta-feira, às 19h15 (de Brasília) Local: Estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires (Argentina)

Árbitro: Leodan Gonzalez (URU) Auxiliares: Richard Trinidad (URU) e Gabriel Popovits (URU)

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM