Cruzeiro tem 72 horas para pagar multa, mas Atlético pode não receber

O Cruzeiro cumpriu o informado e na tarde desta terça-feira (30) se manifestou de forma oficial sobre o pagamento da multa de R$ 10 milhões envolvendo o atacante Fred. Em comunicado, o departamento jurídico azul informou que foi notificado pela 24ª Vara Cível de Belo Horizonte da obrigatoriedade de pagamento da quantia pela contratação do centroavante em 72 horas. Porém, o advogado celeste, Fabiano Oliveira Costa, disse que a Raposa vai estudar o que fazer durante este prazo.

Caso se confirme a necessidade de pagamento dos R$ 10 milhões, o valor não será pago direto ao Atlético e sim em juízo, conforme informou o Cruzeiro. De acordo com o time celeste, um Credor do Galo pediu parte do valor como pagamento de dívidas. Sendo assim, o alvinegro de BH não deverá ficar com a quantia da transferência de Fred ao time azul.

“O Cruzeiro entende que a multa é questionável. Estamos analisando essa decisão para vermos que atitude vamos tomar. Temos o prazo de 72 horas. Caso o Cruzeiro tenha mesmo que pagar essa multa, ela será paga em juízo e não ao Atlético. Isso é o que determinou a justiça e assim será feito se entendermos que teremos que pagar”, explicou o advogado Fabiano Oliveira Costa.

Caso o departamento jurídico do Cruzeiro entenda que não tem que pagar os R$ 10 milhões, o jurídico pode tentar alguma medida judicial dentro desse prazo legal para derrubar a decisão da Justiça.

Porém, segundo a determinação judicial expedida pelo juiz Marco Aurélio Chaves Albuquerque, o Cruzeiro deverá efetuar o pagamento em até 72 horas. "Intime-se o Cruzeiro Esporte Clube, pessoalmente ou na pessoa de seu representante legal, por mandado ou carta precatória, COM URGÊNCIA, acerca da presente decisão, devendo efetuar o correspondente pagamento mencionado, no prazo máximo 72 (setenta e duas horas) após o recebimento da ordem, sob pena de configuração de desobediência (art.330, CP)".

O Atlético, por sua vez, informou, via assessoria de comunicação que "o clube só se manifestará sobre o assunto, após comprovado o depósito da multa, o que até o momento não ocorreu".

Confira a nota oficial na íntegra

Considerando a recente contratação do atleta Frederico Chaves Guedes e a cobrança de multa por agremiação desportiva, o CRUZEIRO ESPORTE CLUBE tem a fazer os seguintes esclarecimentos:

1. Que o Cruzeiro EC firmou com o atleta “Fred” contrato especial de trabalho desportivo, ciente da existência da multa imposta pelo clube anterior, assumindo com o atleta a responsabilidade solidária em realizar este pagamento;

2. Que recebeu notificação extrajudicial de credor judicial do A. Mineiro, requerendo a apresentação judicial dos documentos referentes à contratação do atleta, bem como efetuasse, à disposição daquele Juízo, o pagamento do valor da multa;

3. O Cruzeiro EC, após confirmar a existência da mencionada ação judicial, apresentou a documentação solicitada ao Juízo e, visando única e exclusivamente cumprir a lei, aguardou determinação judicial sobre a quem deveria pagar a quantia, caso assim fosse. Por essa razão, em que se aguardava eventual determinação judicial, é que o Cruzeiro EC, por seu Departamento Jurídico, agiu com discrição e silêncio, em absoluto respeito aos interessados;

4. Que, nesta data, tomou ciência de decisão do e. Juiz de Direito da 24ª Vara Cível de Belo Horizonte, em desfavor do Atlético Mineiro, onde determina que qualquer valor referente ao pagamento da multa contratual do atleta Fred, seja depositada à disposição do Juízo no prazo de 72h, para fazer frente à enorme dívida do A. Mineiro existente naquele processo;

5. Em razão destes fatos, o CRUZEIRO ESPORTE CLUBE informa que, caso devido

Entenda o caso

Na sexta-feira, o Atlético moveu, formalmente, uma ação na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) da CBF, pedindo a quantia de R$ 10 milhões firmada em acordo amigável entre as partes. Leia mais

Desde então o Cruzeiro vem estudando o que fazer. O clube havia prometido uma posição oficial e final nesta terça-feira, o que aconteceu.

Fred contava, a seu favor, o fato de ter escrito uma carta de próprio punho, conforme informado pelo Super FC, na sexta-feira, informando o Cruzeiro da necessidade de pagamento de R$ 10 milhões e passando a obrigatoriedade do depósito ao time celeste.

Posts Em Destaque
Posts Recentes