Número de mortes no período chuvoso em Minas Gerais pode chegar a 11

O número de mortes no período chuvoso 2017/2018 pode chegar a 11 em Minas Gerais. Um homem morreu depois de sofrer uma descarga elétrica em um assentamento localizado próximo a São Gotardo, na Região do Alto Paranaíba. Além dele, outras quatro pessoas ainda estão sendo procurados. Três em um distrito de Urucânia, na Região da Zona da Mata, e outro em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) confirma seis mortes no boletim diário.

A morte do jovem vítima de descarga elétrica aconteceu na última segunda-feira. De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), Lenilson da Silva Macedo, de 21 anos, estava dentro de uma moradia localizada em um assentamento, na Rua Sebastião Alves Pinto, em Guardas dos Ferreiros, quando houve um estrondo por volta das 23h. Chovia muito no local. Testemunhas contaram que o barulho foi causado por uma descarga elétrica. Um adolescente de 14 anos deixou o local pedindo por socorro e dizendo que o irmão tinha morrido. Ele foi amparado por moradores e encaminhado a um posto de saúde do município. Ele estava com náuseas e se queixava de dores de cabeça. Os policiais militares foram até o local e notaram que o jovem não apresentava sinais vitais. A perícia da Polícia Civil fez os trabalhos iniciais para investigar as causas da morte. Parte da estrutura da moradia onde o homem dormia foi danificada.

Continua depois da publicidade

A Cedec informou que ainda não foi notificada sobre a morte do jovem. Por causa disso, a ocorrência não foi incluída no boletim sobre o período chuvoso. Emergência De acordo com o boletim da Cedec, nove municípios já decretaram situação de emergência por causa dos temporais. São elas: Buritizeiro, Cristina, Jaboticatubas, Tombos, Congonhas, Novo Cruzeiro, Ribeirão das Neves, Ponte Nova, e Caeté. As causas descritas foram vendaval, chuvas intensas, e granizo.

Posts Em Destaque
Posts Recentes