Com paralisação de transportadores, pode faltar combustível em postos e aeroportos a partir desta se

Transportadores de combustíveis de Minas Gerais estão com as atividades paralisadas desde a meia-noite desta quinta-feira em protesto contra os sucessivos aumentos de impostos que incidem sobre o preço da gasolina, do diesel e do gás de cozinha. O presidente do Sindicato dos Transportadores de Combustível e Derivados de Petróleo de Minas Gerais (Sindtanque), Irani Gomes, avisa que a paralisação é por tempo indeterminado e que faltará combustível nos postos e aeroportos do Estado a partir desta sexta-feira. “ É até que o governo (federal) reveja esse aumento dos impostos, PIS, Cofins sobre os combustíveis”, avisa.

Irani garante que toda categoria aderiu ao movimento e está de braços cruzados. “Temos hoje, aproximadamente, mais de três mil caminhões parados em suas garagens, para desabastecimento dos postos e aeroportos”, disse em entrevista à Itatiaia.

“A gente acredita que amanhã (sexta-feira) já comece a faltar combustível, pois os postos de gasolina e aeroportos têm uma cadência diária e a partir de meia-noite já foi parado todo abastecimento”, reforça Urani.

A reportagem da Itatiaia conversou com motoristas sobre a possibilidade de faltar combustível nos postos. Muitos são a favor do protesto. “Claro que apoio (a paralisação). Nesse país nós temos três direitos: votar, pagar imposto e morrer. São os direitos básicos dos brasileiros. Deixa o país parar para ver se nossos políticos tomam providência”, disse Freitas, que abastecia o carro em posto na Via Expressa.

“Eu apoio assim porque a gasolina subiu demais. Está um absurdo, a gente não vai poder nem andar de carro mais”, disse Walter Rodrigues.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square