Adolescente diz que matou artista plástico em Pará de Minas após assédio, afirma delegado

Polícia Civil de Pará de Minas concluiu as investigações sobre o assassinato de um artista plástico, de 58 anos, e apontou que um adolescente, de 15 anos, foi o autor do crime. O menor de idade confessou o crime alegando que matou porque era assediado pela vítima. O inquérito deverá ser arremetido a Justiça ainda nesta sexta-feira (1º).

Segundo o delegado responsável pelo caso, João Henrique Furtado de Oliveira, os investigadores chegaram até o suspeito através de imagens de câmeras de vigilância instaladas próximo à casa do artista plástico.

“As imagens mostram o menor saindo da casa da vítima na tarde de domingo (19). Na casa do suspeito encontramos as roupas e a faca utilizadas no crime, o celular da vítima, além de um HD de armazenamento de imagens do circuito interno de segurança da casa do artista plástico e uma antena de internet”, informou.

Para o delegado, o adolescente explicou as causas do homicídio. “Ele disse que a vítima era homossexual e por várias vezes o assediou. Devido a insistência aceitou ir até a casa da vítima no domingo e, após a vítima sair do banho, o menor cometeu o crime”.

O rapaz contou ainda que a vítima tomou banho e enquanto isso ele foi até a cozinha e pegou uma faca. O artista plástico sentou ao computador, momento que foi atacado. “O menor tentou desferir um golpe no pescoço da vítima que reagiu. Houve luta e o homem conseguiu correr até a porta, mas caiu. Foi quando o adolescente golpeou fatalmente no coração”, detalhou o delegado.

Por não estar mais em situação de flagrante, o adolescente, que já tinha passagem criminal por incendiar uma casa, foi ouvido e liberado. O inquérito deverá ser arremetido a Justiça ainda nesta sexta-feira (1).

“As investigações foram concluídas e vamos enviar o procedimento a Justiça. O adolescente pode responder por ato infracional análogo ao crime de latrocínio – roubo seguido de morte”, revelou o delegado.

Crime

O artista plástico foi encontrado morto dentro de casa, no dia 24 de novembro, no Bairro Nossa Senhora das Graças, em Pará de Minas. Familiares relataram a Polícia Militar (PM) que ele morava sozinho e estava sumido há dias.

A perícia da Polícia Civil esteve no local e constatou que o corpo apresentava marcas de violência, com sinais de pancadas na cabeça e ferimento feito por faca. A vítima foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) de Pará de Minas.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM