Nepomuceno espera que projeto do estádio seja votado na Câmara de BH até novembro

O Atlético deu mais um passo importante no sonho de construir o seu estádio. Com a aprovação do Conselho Deliberativo do clube, nesta segunda-feira, o projeto da arena irá agora para votação na Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH), após o prefeito Alexandre Kalil encaminhar o projeto de lei (PL) para a casa. Em entrevista na sede de Lourdes, o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno, comentou que espera que os vereadores da capital apreciem o plano da obra até novembro.

No entanto, Nepomuceno adotou cautela quanto ao processo na CMBH, já que, segundo ele, há ainda muita coisa a ser trabalhada pelo Atlético para dar continuidade ao projeto do estádio, inclusive com a Multiplan, que irá desembolsar R$ 250 milhões para a compra de 50,1% do shopping Diamond Mall.

“É um processo que não se pode antecipar nada. É um longo processo público, com outras discussões. Tem muita coisa ainda para ser alinhada, até com o próprio Diamond. Agora tem que ter paciência, isso envolve a sociedade inteira. A gente espera que seja aprovada até novembro. Será encaminhado nas próximas semanas. Mas vamos com muita calma, trabalhando com gente técnica, como sempre foi nesses quatro anos”, afirmou.

Na Câmara de BH, o projeto da Arena MRV terá que passar por votação em dois turnos ara seguir adiante. Como deve ser enquadrado como Operação Urbana Consorciada – intervenções pontuais realizadas sob a coordenação do Poder Público e envolvendo a iniciativa privada –, o PL precisará do ‘sim’ de dois terços dos 41 vereadores nos dois turnos. Ou seja, 28 parlamentares têm que concordar com a obra nas duas votações.

Passando na Câmara, o projeto seguirá, então, para o Conselho Municipal de Meio Ambiente, responsável pelo licenciamento ambiental, além de secretarias como a Sudecap Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) e autarquias da capital, como a BHTrans, por exemplo. Por fim, o início da construção dependerá de um alvará da Secretaria de Regulação Urbana. Esse processo deve demorar até seis meses. A previsão é que a obra comece em meados de 2018 e tenha duração de dois anos e meio, ficando pronta no fim de 2020.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM