A polêmica da Primeira Liga

Atlético e Cruzeiro estão classificados para as semifinais da Copa Primeira Liga. O time alvinegro conquistou a vaga após derrotar o Internacional por 1 a 0, no Beira-Rio. Já o Cruzeiro bateu o Grêmio por 2 a 0, no Mineirão, e eliminou (mais uma vez!) o time gaúcho. Neste sábado, às 19h, o Atlético enfrenta o Paraná, no Independência. O Cruzeiro visita o Londrina, domingo, 11h. Mas o que chama a atenção é que, ao invés de comemorar, tanto atleticanos quanto cruzeirenses parecem desdenhar da competição.

Talvez a Primeira Liga não tenha sido bem planejada. É preciso reformular algo para torná-la atrativa, mas sei também que a CBF não irá facilitar esse processo. Inclusive já há indícios de que em 2018 a competição será disputada durante o período em que as competições nacionais param em decorrência da Copa do Mundo. Pode ser uma boa saída? Não sei.

Entendo que o fato de não garantir vaga em outro torneio não a torna uma competição tão atraente, mas não podemos desconsiderar o prêmio de R$ 3 milhões para o campeão. É um dinheiro que pode aliviar o caixa do clube vencedor. Ou vão me dizer que esta quantia não faz falta? Ninguém liga, mas deveria ligar. E o vice-campeão leva a “pequena bagatela” de R$ 2 milhões.

Além do prêmio, há algo que precisa ser destacado: e se Atlético e Cruzeiro disputarem a final? Aqueles que gostam de dizer que é a “Copa Ninguém Liga” vão mudar de ideia? Ou perder um título para o rival é um fato para não se levar em consideração?

Se ganha, não fez mais que a obrigação. Se perde, o presidente tem que cair, jogador tem que ser vendido, o técnico tem que ser demitido. Existem muitos donos da verdade em qualquer profissão. Mas, no meio esportivo então, meu Deus do céu.

Será mesmo que ninguém liga?

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM