Descalibrado na Hora H, Galo para em Vanderlei e perde outra no Horto

Um filme repetido, com o roteiro idêntico, com drama na maior parte do tempo e um castigo no final. Assim como na derrota em casa para o Atlético-PR, o Galo jogou bem, dominou o jogo, teve as melhores chances, mas pecou pela falta de pontaria e foi castigado com um gol no final. Pelo segundo confronto seguido, o alvinegro desperdiçou um pênalti, desta vez com Fred, lance que fez falta e decretou o revés para o Santos por 1 a 0, nesta quarta-feira, pela 13ª do Campeonato Brasileiro. Victor pegou uma penalidade, fez grandes intervenções, mas nada pôde fazer na bela cobrança de falta do lateral-direito Daniel Guedes, que marcou o único gol do duelo, aos 48 minutos da etapa complementar.

O resultado interrompe a invencibilidade atleticana de cinco partidas no Brasileirão – eram três vitórias e dois empates –, e tira a chance da equipe entrar, pela primeira vez, no G-6, grupo das equipes que garantem vaga na Copa Libertadores do ano que vem.

Agora, o Atlético terá que buscar a reabilitação fora de casa, contra o Atlético-GO, lanterna da Série A, que tem apenas duas vitórias na disputa. Já os santistas, que assumiram provisoriamente a vice-liderança, vão ao Rio de Janeiro para encarar o Vasco.

VEJA TAMBÉM

Roger lamenta falta de pontaria, campanha ruim em casa e instabilidade

Minuto de silêncio em homenagem a policial morto marca Galo x Santos

Rafael Moura explica porque Galo não chutou após lesão de Vanderlei

Derrota para o Santos ratifica péssimo momento do Galo em casa

Mais

O jogo

O Atlético entrou mudado. Além da entrada de Marlone na vaga de Robinho, Elias começou mais recuado, com Yago aberto pela direita. A estratégia funcionou. O substituto do rei das pedaladas abria espaços, fazia tabelas e dava trabalho. Elias entrou duas vezes na área com perigo e quase marcou. Yago também conseguia se infiltrar e, em um dos lances, foi travado na hora do chute.

Só dava Bruno Henrique

Apesar de bem organizado e controlando o embate, os donos da casa encontravam muitos problemas com o rápido ataque santista. Jogando com três atacantes, eles levavam muito perigo e quase marcaram duas vezes. Na terceira, em outro contra-ataque puxado por Bruno Henrique, Marcos Rocha cometeu pênalti, aos 28 minutos. Na cobrança, Kayke bateu e Victor encaixou. O goleiro do Galo salvou de novo aos 43 min, ao defender um chute de Kayke que ainda bateu na trave.

O alvinegro respondeu aos 46 min. Marlone deu um lindo passe para Cazares, que foi derrubado na área por Leandro Donizete. Fred bateu mal e Vanderlei pegou, mantendo a igualdade no placar.

Etapa final

No segundo tempo, Roger tirou Yago e colocou Valdívia, tentando aumentar o poder ofensivo. Entretanto, foi o Santos que quase marcou primeiro. Bremer vacilou e Bruno Henrique bateu na saída de Victor, aos 2 min, mas o jovem zagueiro do Galo se recuperou e tirou a bola da pequena área. O Galo respondeu no lance seguinte. Cazares tabelou com Fábio Santos e chutou de bico, mas Vanderlei defendeu.

Um golpe inesperado

O time mineiro conseguiu marcar melhor Bruno Henrique e os sustos do primeiro tempo cessaram. Além disso, os donos da casa seguiram pressionando. Quando acertavam o alvo, paravam no goleiro Vanderlei. Quando parecia que o jogo caminharia para o empate, o lateral-direito Daniel Guedes marcou um belo gol de falta, decretou a vitória paulista e aumentou a frustração da torcida atleticana no Brasileirão.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM