‘O Roger não teve condição de conversar com ninguém, estava muito nervoso’, revela Carioca

O empate frustrante por 1 a 1 com o Botafogo, sofrido nos acréscimos, no Engenhão, deixou alguns jogadores do Atlético nervosos, como o lateral-direito Marcos Rocha. Mas parece que ninguém ficou mais irritado com as chances claras desperdiçadas pelo time – incluindo um pênalti – do que o técnico Roger Machado.

Na saída do estádio, o volante Rafael Carioca revelou que o treinador não ficou no vestiário para conversar com os jogadores devido ao estado de nervosismo.

“Não teve conversa. O Roger não teve condição de conversar com ninguém, ele estava muito nervoso. Ficou frustrado pelo resultado porque tivemos o jogo na mão praticamente o tempo todo. A gente nem viu o Roger, ele tomou banho e saiu para o ônibus”, disse.

Após abrir o placar na etapa inicial, o Atlético teve a primeira oportunidade para ampliar o marcador no começo do segundo tempo, em uma cobrança de pênalti de Rafael Moura, mas que foi defendida por Jefferson. Em um contra-ataque no fim da partida, Cazares foi fominha e não tocou para Fred, que estava melhor posicionado, e acabou perdendo a bola. Três minutos depois, Robinho saiu na cara do gol, mas chutou em cima do goleiro botafoguense. Na sequência, penalidade para os cariocas e o empate.

“Tivemos as melhores chances, fizemos uma partida impecável defensivamente, faltou empurrar a bola, faltou a melhor escolha”, lamentou Rafael Carioca.

Com o empate com sabor de derrota, o Galo deixou de entrar no G6 e permaneceu na oitava posição, com 17 pontos.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

 Alternativa FM