Jogadores do Galo lamentam atuação ruim e baixa qualidade do gramado

O time do Atlético que se recuperou no Campeonato Brasileiro e mostrou muita vontade no clássico contra o Cruzeiro passou longe da Bolívia. O Galo teve uma atuação muito aquém de sua capacidade, quase não criou chance de gol e sai em desvantagem nas oitavas de final da Copa Libertadores.

Na avaliação do goleiro Victor, o alvinegro não estava em uma noite inspirada e teve o seu desempenho prejudicado pela condição ruim do gramado.

“Sentimos a questão do gramado, que não facilitava para jogarmos com a bola no chão. O adversário está acostumado a jogar aqui. Por mais que a altitude não seja tão alta, acabou atrapalhando. Claro que não podemos usar isso como desculpa. Não estávamos em uma boa noite. Mas não foi uma catástrofe. Temos condições de buscar o resultado no jogo de volta”, declara.

O volante Elias também se queixou do gramado e afirma que o elenco está confiante para reverter o placar no jogo de volta. “A altitude não é desculpa, mas interfere. O que mais pegou foi o gramado, que não é bom. Mas é isso que a gente encontra na Libertadores, temos que nos adaptar. O Palmeiras reclamou, a gente também. Temos que corrigir os erros, descansar bem para vencer o jogo da volta. Contamos com o apoio do nosso torcedor. Vamos melhorar para chegar no jogo decisivo e reverter o resultado”, afirma.

Posts Em Destaque
Posts Recentes